No mundo das mídias digitais as regras mudam tão rápido que às vezes é difícil de acompanhar. Vira e mexe, o Facebook altera os termos de privacidade, o Twitter lança novos recursos, uma startup promissora é comprada por uma grande empresa e novas ferramentas surgem e morrem.

 

Mas isso não quer dizer que algumas ideias, técnicas e pensamentos sobre esse mercado sejam igualmente efêmeros. Recentemente, eu estava pesquisando sobre SEO para um cliente e resolvi voltar ao básico, lendo alguns livros bem “antigos” nessa área.

 

Isso me fez pensar. Quais são as obras essenciais para a gente que trabalha com mídias digitais? Quais são aqueles livros que, antigos ou novos, todo profissional que se preze tem que conhecer?

 

Fiz uma lista de 10. Vamos lá?

 

Engage – Brian Solis

 
Eu admito, acho Solis um chato. Mas ele foi um dos primeiros a falar de forma clara, conclusiva e bastante técnica sobre engajamento. Acreditem, houve uma época em que marcas e empresas faziam o que queria e não dialogavam com seus consumidores. E olha que o livro é de 2010 e não do período cretáceo. O livro é simples, fácil de ler e cheio de exemplos. E tudo é válido até hoje.
 
 

Marketing na Era Digital – Martha Gabriel

 
Esse já pode ser considerado um clássico, embora seja, também, de 2010. Como o subtítulo do livro diz, a obra fala sobre “conceitos, plataformas e estratégias”. Então, traz um conteúdo bastante básico e completo. Se você só puder um livro dessa lista, leia esse. Fora que quem não conhece Martha e seu trabalho só pode ser de outro planeta. Ela é uma das estudiosas mais importantes deste mercado e, para completar, uma fofura de pessoa.
 
 

A Bíblia do Marketing Digital – Cláudio Torres

 
O título já diz tudo, não é mesmo? O livro é do tipo “vamos começar pelo começo” e faz isso muito bem. Traz vários conceitos do marketing digital e de conteúdo, fala sobre mídias sociais, email marketing, publicidade online, SEO, AdWords, entre outros. O leitor ainda recebe alguns guias básicos de planejamento no final do livro.
 
 

Google MarketingConrado Adolpho

 
Também devo admitir que não sou a maior fã da abordagem de Adolpho. Mas o cara é a grande referência brasileira quando o assunto é SEO.  Se você procura um livro básico e completo sobre tudo de marketing relacionado ao Google, achou! Ele também é bastante conhecido por outro livro, “Os 8ps do Marketing Digital”, uma obra que poderia estar nesta lista de essenciais, mas eu tive que escolher um dele.
 
 

Facebook Marketing – Camila Porto

 
Um livro simpático e fácil de ler. Camila é uma das maiores especialistas em Facebook no Brasil então, qualquer profissional que queira dominar a ferramenta, tem que começar por este livro aqui. A obra mostra recursos e técnicas para quem quer usar o Facebook para gerar negócios.
 
 

A Startup Enxuta Eric Ries

 
Empreendedores do mundo inteiro têm, com nossa vida cada vez mais digital, a oportunidade de tirar projetos da gaveta e as transformarem em grandes negócios. E investidores e grandes empresas estão sempre de olho nestas novidades que, de uma hora para outra, podem virar uma ideia bilionária.  Esse livro é essencial para quem está montando este tipo de negócio e a obra mais importante do que se tornou o movimento da startup enxuta.
 
 

Marketing 3.0  – Philip Kotler

 
Nenhuma lista  que fale sobre marketing neste planeta estaria completa sem Kotler. O especialista é um dos maiores nomes mundiais nesta área e já lançou mais de 55 (!) livros sobre o assunto. Mas para esta lista eu escolhi um dos mais recentes. Nesta obra, Kotler fala de uns temas que eu mais gosto no marketing: como ele deve ser voltado não para a empresa ou mercado, mas para as pessoas. É uma obra otimista, que fala como ações positivas e em sintonia com as emoções e valores dos seres humanos são importantes para um marketing do bem.
 
 

Cultura de ConvergênciaHenry Jenkins

 
Nossa série favorita, as redes sociais, a indústria da música, o bom e velho livro de papel. Tudo isso se junta e se mistura em uma nova cultura que está sendo criada agora, com ajuda da internet e das mídias digitais. É lindo e maluco. É o que Jenkins chamou de Cultura de Convergência. Esse é o livro essencial para quem quer discutir conteúdo colaborativo, jornalismo e comunicação nas “novas mídias” e a relação entre público e meios de entretenimento e notícias.
 
 

A Cauda Longa – Chris Anderson

 
A ideia de que os nichos seriam cada vez mais importantes nas comunicações e no mercado começou com um artigo de Anderson para a revista Wired, que depois virou este livro. A obra é um golpe na, até recentemente tão falada, cultura de massas. As massas ainda existem, mas a grande força, daqui em diante, está nos nichos, grupos menores de pessoas interessadas em assuntos e produtos específicos. As mídias digitais são uma cauda extremamente longa.
 
 

O Manifesto Cluetrain – Rick Levine, Christopher Locke,  Doc Searls e David Weinberger

 
E por último, talvez o mais antigo e essencial de todos! O manifesto é um livrinho pequeno contendo 95 teses. São ideias rápidas e simples organizadas em forma de… adivinhem só… manifesto! A ideia é conclamar empresas e meios de comunicação do mundo que havia acabado de descobrir a Internet (o livro é de 1999) a usarem a novidade para realmente se conectar com as pessoas de forma humana. É genial, divertido, e pode ser baixado de graça aqui.
 
 

Então agora é com vocês. Concordam com a minha lista? Quais você já leram? Falem pra gente!

 

 

Obs: Felipe Pereira, aqui do Digaí, aproveitou minha lista para sugerir outras obras legais que estão disponíveis online.
 
Sobre: criação de listasSEOAdwordsFacebookEmpreendedorismo Digital e Marketing de Conteúdo.