Talvez você queira saber como escrever um artigo para que ele fique lindo a ponto de ter milhares de compartilhamentos. Ou um texto tão impactante que consiga emocionar quem está lendo. Obviamente ninguém quer escrever algo que não seja capaz de provocar um impacto positivo no público-alvo.

Se você trabalha (ou pretende trabalhar) como afiliado ou produtor digital utilizando o marketing de conteúdo, muito além de provocar emoções, seu texto precisa ter elementos suficientes principalmente para gerar conversões, seja para capturar potenciais clientes, ou mesmo para converter diretamente em vendas.

Por esse motivo, separei 7 elementos primordiais, que eu mesmo uso nos meus projetos, para que o seu artigo resulte em conversões de leads ou clientes:

 

1 – Tema

Um artigo que converte bem é aquele que resolve algum problema que o seu potencial cliente tem. E para saber quais são os principais deles, é preciso pesquisar.

Estou assumindo aqui que você já conhece bem a sua persona. Caso ainda não tenha definido isso ainda, leia primeiro este artigo que pode te ajudar na tarefa de saber melhor sobre o seu público-alvo.

Conhecendo com precisão sua persona, é hora de saber quais são os termos mais buscados por ela. O Google Keyword Planner é uma das melhores ferramentas para isso, mas também procure saber quais são as principais discussões do momento, dê uma boa olhada nos comentários em páginas do Facebook, grupos de discussão, reviews de livros, etc.

 

2 – História + Conexão

Pare agora um momentinho para analisar como nós sempre procuramos nos aproximar de pessoas que têm algo em comum conosco. O nosso cérebro sempre busca conexões com base em afinidades.

Pense, por exemplo, nas cinco pessoas com quem você mais convive. Sem dúvidas são pessoas com as quais você compartilha visões, paixões, objetivos e experiências em comum.

Como Escrever Um Artigo: Crie Conexão com o Leitor

Como Escrever Um Artigo: Crie Conexão com o Leitor

Até mesmo quando você está na fila enorme de uma agência bancária e vê um cara com a camisa do seu time. De todos que estão lá, naturalmente maiores são as chances de que você puxe papo com ele para falar mal do juiz que apitou o jogo de ontem.

Portanto, sempre leve isso em conta quando for começar a escrever o seu texto e demonstre sempre autoridade sobre o mundo da sua persona. Mostre que você entende com profundidade o que ela está passando com aquele problema, apontando soluções que realmente podem provocar um impacto positivo na vida do seu potencial cliente.

Para demonstrar tudo isso e criar uma conexão forte com o leitor, um dos maiores trunfos é o poder de uma história. Um bom enredo é capaz de prender a atenção e criar afinidades com quem está lendo.

Recomendo especialmente a utilização da ‘Jornada do Herói”: Mostre o problema, diga o que esse problema provocou na sua vida ou de alguém, e conte sobre a jornada que o fez chegar até a solução. Simples e objetivo.

Clique aqui para saber mais sobre como contar uma boa história dentro do seu artigo.

 

3 – Título

Me perdoe pela franqueza, mas não adianta NADA ter um artigo maravilhoso se o seu título for uma porcaria. Para aprender com precisão sobre como escrever um artigo matador, o primeiro passo é ter cuidado com o título, que é a primeira e mais importante isca para atrair o leitor.

Como escrever um artigo: Acerte na hora de escolher o título

Acerte na hora de escolher o título. Imagem: Pixabay.

Para criar um título de sucesso e que seja praticamente impossível de ignorar, tenha sempre em mente estes três elementos:

3.1 – Clareza

O título do seu artigo deve trazer com clareza o problema/solução que você vai tratar. Para isso, mencione o benefício que o leitor terá ao acessar o seu texto.

Note como exemplo o título que utilizei neste conteúdo: “Como escrever um artigo matador”. Ou seja, você provavelmente está aqui porque precisa aprender como fazer isso e o título trouxe clareza para o que está sendo abordado aqui.

Portanto, é necessário criar um título que consiga despertar o interesse de quem busca sobre o assunto e que mostre sua utilidade para o leitor. 

 

3.2 – Suculência

É importante que seu título tenha pelo menos 1 palavra “suculenta”. Ou seja, aquela palavra que realmente chame a atenção e seja capaz de criar desejo no seu leitor.

Vamos supor que você é uma pessoa tímida e que está buscando na internet formas de acabar com esse problema. Observe os títulos abaixo:

– “Veja como resolver o problema da timidez”

– “Como Eliminar a Timidez Para Sempre em 3 Passos Comprovados”.

São dois títulos que poderiam ser usados para o mesmo texto, mas note como as palavras em negrito conseguem dar praticamente outro sentido ao mesmo artigo e chamar muito mais a atenção do usuário.

Também são palavras que criam uma noção de “benefício imediato” para o leitor, como no caso da palavra “comprovado”. Ou seja, elas funcionam como Gatilhos Mentais.

Aqui uma lista de palavras que podem ser usadas nos seus títulos.

 

3.3 – Número

É sempre interessante também incluir listas no seu título, como este que usei: “Como escrever um artigo poderoso para o seu blog em 7 passos” – as pessoas adoram listas e é algo que sempre chama muito a atenção.

Claro que existem outros elementos que podem ser levados em consideração na hora de escrever um título, por isso recomendo este artigo da Valéria Pinheiro caso queira se aprofundar ainda mais no assunto.

Ah, e não pense que o título que você escolher inicialmente é imutável. Faça testes e altere quantas vezes for necessário, ok? 

 

4 – Como Escrever um Artigo: Leiturabilidade

Cuide sempre da qualidade das informações dispostas no seu artigo para que o leitor não abandone ele logo no início. Isso pode ocorrer se o texto não estiver bem agrupado e com os dados dispostos de uma maneira agradável.

Nunca se esqueça de oferecer uma boa experiência ao leitor. Sempre distribua as informações de modo que elas estejam conectadas ao longo do texto e seja fácil entender a estrutura que você está propondo.

Para que isso aconteça, utilize parágrafos curtos, listas, subtítulos, destaque aquilo que você quer frisar, além de utilizar as imagens para fazer ilustrações e transições (não despeje imagens de qualquer maneira dentro do seu artigo).

Quando terminar de escrever, sempre faça uma boa revisão, não só com o intuito de encontrar erros, mas também para observar se há parágrafos desnecessários e que podem ser encurtados.

 

5 – Comentários e Compartilhamentos

Evidentemente: quanto mais engajamento o seu conteúdo gerar, melhor para você. Seguindo os passos descritos acima, seu artigo terá um bom potencial para ser compartilhado pelo público-alvo nas mídias sociais.

Bom, este assunto específico sobre viralização do conteúdo merece uma cobertura maior e não terei espaço suficiente para isso aqui. Então, deixo também a recomendação deste artigo que trata de Como Fazer um Viral.

Porém, quero deixar uma dica complementar aqui: Facilite a vida do seu leitor que queira comentar e compartilhar o seu conteúdo.

Faça isso disponibilizando botões de compartilhamento dos mais diversos sites de redes sociais e fazendo chamadas para ação, veja o exemplo abaixo:

Exemplo de chamada para comentários no final de um artigo

Exemplo de chamada para comentários no final de um artigo. Fonte: Digaí.

 

 

 

 

6 – Call To Action e Captura

Chegamos agora no objetivo principal de quem é afiliado profissional ou produtor de conteúdo digital: Capturar o lead para transformá-lo em cliente.

Você já deve saber que aquela velha estratégia de rechear o seu blog de pop-ups e espalhar capturas no meio dele serve muito mais para encher o saco do leitor do que converter, né?

Cuidar da experiência do usuário sempre traz resultados positivos e é uma estratégia mais efetiva, mesmo para fazer capturas.

Então, não decepcione o tio aqui, ok?

Opte por dispor as capturas de uma maneira mais natural, para complementar o conteúdo e, principalmente, não atrapalhar a leitura do seu potencial cliente.

Exemplo: você trabalha no nicho de Concursos Públicos e tem um e-book para oferecer como isca. É possível oferecer esse conteúdo de uma maneira que chame a atenção, faça o usuário se interessar e ao mesmo tempo não atrapalhe a navegabilidade dele no seu blog:

Cuide da experiência do usuário na hora da captura. Fonte

Cuide da experiência do usuário na hora da captura. Fonte:  tudosobreconcursos.com

Veja, eu não sou contra colocar pop-ups nos blogs ou capturas dentro do conteúdo, desde que isso não sirva mais para atrapalhar o leitor do que ajudar, sacou?

 

7 – Dica Bônus: SEO

É claro que você quer ver o seu conteúdo figurando lindamente na primeira página de buscas do Google, certo?

Aqui o que você precisa fazer: sempre escrever artigos levando em conta as técnicas de SEO.

Neste vídeo o Felipe Pereira vai te explicar quais são as 3 ferramentas de SEO que vão te ajudar nessa tarefa, otimizando seu site e garantindo a página 1:


Gostou desse conteúdo? Então compartilhe e não esqueça de marcar os seus amigos que também precisam aprender como escrever um artigo poderoso! 😉

Um abraço e até a próxima!