O Instagram – rede social de compartilhamento de imagens – completa seu terceiro ano de existência. Seu lançamento ocorreu no dia 06 de outubro de 2010 – e na época o aplicativo era exclusivo para iPhones. A nova rede social logo ganhou fama entre os usuários – principalmente pelos diferentes filtros que oferecia para “editar” a sua imagem antes de postar – e pouco mais de 2 meses depois, em 21 de dezembro do mesmo ano, bateu o seu primeiro milhão de usuários – o Foursquare levou 1 ano para atingir esta marca e o Twitter, 2 anos.

 

Instagram_Icon_Large

 

A rede social ganhou o prêmio de aplicativo do ano de 2011 da Apple, alegando que “é impossível tirar uma foto ruim“.

 

Por quase um ano e meio, o Instagram continuou exclusivo para os usuários do sistema operacional da Apple, o IOS. Foi apenas em março de 2012 que a rede anunciou o pré-lançamento a sua versão para Android. Este pré-lançamento recebeu – apenas – 430.000 pré inscrições até o dia do lançamento oficial, 03 de abril do mesmo ano. Apenas 12 horas após o lançamento, o aplicativo obteve mais de um milhão de downloads.

 

Ainda em abril de 2012, o Instagram foi comprado por Mark Zuckerberg pela ~singela~ quantia de 1 bilhão de dólares. Esta transação transformou o Instagram – uma startup com menos de 2 anos de existência – em um negócio mais valioso do que grandes empresas, com o The New York Times (com 161 anos de existência). A partir daí, o crescimento não parou.

 

Em 20 de abril deste ano, o Instagram incorporou uma nova funcionalidade: o upload de vídeos curtos de até 15 segundos. O motivo deste lançamento seria uma tentativa de bater de frente com o crescimento do Vine – rede social que oferece o upload de vídeos de até 6 segundos. Esta nova funcionalidade só reforçou o uso da rede social como ferramenta de Marketing Digital.

 

O Instagram tem mais de 150 milhões de usuários ativos mensais, cerca de 40 milhões de fotos compartilhadas diariamente e 8.500 likes por segundo (é muita coisa, não é?). E ainda tem mais novidade anunciada: anúncios publicitários a partir de 2014.

 

Há ainda, como toda rede social, aquele comportamento . Existem algumas atitudes que os usuários da rede têm que chegam a irritar os outros. Quem nunca viu aquela foto compartilhada com 20 ou 30 hashtags? #Fica #uma #coisa #difícil #de #ler #não #é? E quando as hashtags são ofensivas ou incitam algum tipo de violência?  Estas últimas fizeram com que a rede social banisse algumas palavras.

 

E falando em hashtags, você sabe quais são as mais compartilhadas na rede?

 

Fonte: http://web.stagram.com

Fonte: http://web.stagram.com

 

Como já citamos, o Instagram tornou-se uma grande ferramenta de marketing e diversas marcas já a adotaram. Você imagina quais são as marcas mais famosas  na rede social? Aqui estão as 5 principais:

 

Fonte: nitrogr.am

Fonte: nitrogr.am

 

E quanto às marcas brasileiras? O maior destaque está na indústria da moda. Destacam-se a Melissa (157k), Lojas Renner (117k) e Farm (103k).

Você conhece alguma marca brasileira que utiliza bem o Instagram? Conta para gente 🙂

 

E mesmo com todos estes números, acredito que a utilização do Instagram ainda é pouca aqui no Brasil. Então, o que nos resta é aguardar as novidades – da rede e das marcas.