Como você reagiria se soubesse que a sua página no Facebook está prestes a perder popularidade? Ao que tudo indica, isto logo irá se tornar uma realidade.

Este mês, o Facebook começou a testar um novo modelo de feed em que as publicações orgânicas das páginas são excluídas. Neste caso, os usuários só podem acessá-las através do feed de pesquisa. Os testes estão sendo realizados na Eslováquia, Sri Lanka, Sérvia, Bolívia, Guatemala e Camboja. E segundo o jornalista digital Filip Struhárik, o teste não tem trazido bons resultados.

facebook alcance organico paginas

O impacto nas marcas

Se as mudanças forem implementadas no resto do mundo, o usuário passará a ver apenas publicações de seus amigos e anúncios pagos no seu newsfeed (feed principal). As publicações das páginas que ele segue só poderão ser acessadas a partir da pesquisa no buscador do Facebook. Caso, ainda assim, o usuário deseje ver as publicações de qualquer página em seu feed principal, terá que pagar.

Este modelo tem afetado negativamente muitas marcas. O alcance orgânico de várias páginas do Facebook caiu nas últimas quinta e sexta-feira em dois terços comparados aos dias anteriores. Na Eslováquia, 60 das maiores páginas tiveram 4 vezes menos interações (curtidas, comentários e compartilhamentos) após o início dos testes. Ao que tudo indica, na Guatemala e Camboja a situação é similar.

De acordo com um porta voz do Facebook, os testes são apenas regionais. Adam Mosseri, chefe do newsfeed do Facebook, enfatiza que “não é uma medida global e não há planos para que seja”, e estima que os testes durem ao menos seis meses para que os usuários possam se adaptar.

facebook alcance organico paginas 01

Bugs nos testes

Alguns bugs provenientes dos testes têm sido reportados pelos cidadãos da Eslováquia. Algumas pessoas conseguem acessar o feed de pesquisa, mas não encontram conteúdos de suas páginas de interesse. Outras não conseguem ver posts de pessoas que não são amigas, mas seguem.

Diante da divulgação dos testes, vários internautas especulam diferentes motivos para eles ocorrerem. As teorias vão desde o desejo de Mark Zuckerberg em retornar às origens do Facebook (rede social de conhecidos e amigos) à pretenção de tornar todas as páginas dependentes de monetização.

E você amigo, o que achou da novidade? Será que em breve teremos que reformular nossas estratégias de marketing no Facebook?