A vida de um empreendedor é um grande carrossel de altos e baixo onde cruzamos com várias pessoas: fornecedores, clientes, investidores, outros empreendedores e vários colaboradores. Cada pessoa desta cria uma imagem inicial e estabelecem relações mais ou menos profundas e intensas que podem ajudar muito no auto-desenvolvimento do empreendedor desde que ele esteja atento aos comportamentos dos outros e como eles reagem aos seus comportamentos. Pessoas são espelhos que podem nos indicar o melhor caminho.

 

Recentemente, tive um pedido de desligamento inesperado de uma pessoa-chave dentro da startup que lidero. Passado o susto, direcionamos a conversa para os próximos passos e para feedbacks sinceros e diretos. Entre os feedbacks que recebi, veio o também inesperado: VOCÊ É AUTORITÁRIO!

 

empreendedor-sera-voce-autoritario-digai

 

 

Passados 40 anos de vida, sei que tenho uma personalidade forte, defendo posições, exijo resultados de mim e das pessoas, gosto de agilidade e produtividade. Estas características são muitas vezes percebidas como agressividade. Trabalho intensamente dia-e-noite para atingir objetivos pessoais e profissionais – estou escrevendo este post no sábado às 20:00h (mas não conta para minha esposa), porém também aprendi que é muito importante escutar as pessoas, principalmente quando não se tem o conhecimento técnico e/ou operacional para avaliar o impacto de minhas decisões.

 

Diante deste feedback, fiz um exercício de empatia e me parece que do ponto de vista da pessoa que saia da empresa, realmente, algumas decisões e prioridades definidas ao longo do tempo podem ser percebidas como autoritárias. Mas, analisando sobre o contexto do empreendimento, acredito que a vida solitária do empreendedor aumenta a sua responsabilidade sobre os vários aspectos do negócio e quando alguma sugestão, comportamento ou ideia não faz sentido para o atingimento dos objetivos, acredito que é DELE só DELE a responsabilidade pelo SUCESSO ou FRACASSO.

 

Os psicólogos chama isso de LOCUS INTERNO, eu chamo de RESPONSABILIDADE e COMPROMETIMENTO, alguns podem chamar de AUTORITARISMO. Então, como comentei no início, recebido o feedback, alguns comportamentos se reforçam e outros se modificam. Neste caso, agradeço o feedback.