O Twitter anunciou nesta segunda que irá expandir o “report abuse”, botão que já existe para quem usa IOS (iPhone) também para web e Android em até um mês. Anunciou ainda o aumento da equipe para dar maior velocidade na resolução das denuncias. Tudo isso após uma petição online na Inglaterra que pedia para o Twitter tornar mais fácil e seguro fazer uma denúncia em seu site alcançar mais de 100 mil assinaturas.

segurança twitter

 

Tudo teve início quando uma parlamentar Britânica começou a receber uma série de ameaças, inclusive de estupro, ao iniciar uma campanha para que Jane Austen, famosa escritora do início do Séc XIX, tivesse seu rosto impresso na cédula de 10 libras. Mesmo o Twitter aumentando o rigor em sua política de regras e se comprometendo a trabalhar com o Safer Internet Centre UK, órgão destinado a promover o uso seguro e responsável da internet no país, a petição ganhava novos adeptos a cada dia.

 

A maior reclamação dos usuários era exatamente a dificuldade e burocracia em fazer uma denúncia, além de não oferecer nenhuma proteção a vitima. Atualmente o usuário é levado para outra página e obrigado a preencher um longo e complicado formulário, mas agora tudo será feito em apenas um tweet.

 

O curioso é que alguns meses atrás o Facebook também foi forçado a aumentar seu rigor contra o discurso de ódio em sua rede, e isso nos faz pensar para onde estamos caminhando. O uso da internet e sua liberdade são constantemente apontados por ser instrumento indispensável na construção de uma nova sociedade, sendo apontada como o principal ator na Primavera Árabe e nos protestos aqui no Brasil no mês de junho. Mas será que estamos mesmo preparados para toda essa liberdade ou precisaremos, cada vez mais, de moderadores?