O final do mês de julho se aproxima e junto com ele uma das datas mais esperadas pelos lojistas. O Dia dos Pais vai movimentar o e-commerce brasileiro na metade do ano, e vai servir para as empresas começarem a se preparar para outros eventos que também aumentam as vendas consideravelmente.

Segundo um levantamento da ABComm (Associação Brasileira de Comércio Eletrônico), em 2018 o setor deve movimentar aproximadamente 2,2 bilhões de reais. Isso representa um aumento de 8% se comparado ao mesmo período do ano passado. Por essa razão o evento é considerado um dos mais importantes do varejo nacional.

família na frente do computador

O Dia dos Pais e o e-commerce

A expectativa da ABComm é que os e-commerces brasileiros recebam cerca de 6,8 milhões de pedidos no Dia dos Pais. O cálculo foi feito considerando as compras a serem realizadas entre os dias 16 de julho e 4 de agosto. Além disso, foi estimado que o consumidor deve gastar em média R$ 329,00 por produto.

Entre as principais categorias de produtos estão informática e eletrônicos, celulares, acessórios, moda e material esportivo. Para Mauricio Salvador, Presidente da ABComm, a data é o início de um semestre com muitos eventos que movimentam o comércio brasileiro, como o Dia das Crianças, Black Friday e natal.

pessoa segurando o cartao para comprar algo na internet

Estratégia de marketing

Embora o ritmo para as vendas do Dia dos Pais esteja menor do que a do ano passado, o faturamento deste ano continua representando um valor significativo para os lojistas. Entretanto, é preciso criar boas estratégias de marketing em um cenário tão competitivo como o do e-commerce.

As empresas que atuam em um mercado omnichannel, oferecendo um serviço tanto online como físico, podem se aproveitar para oferecer uma jornada diferenciada para o consumidor. Isso fortalece o conceito da marca na mente do público e aumenta a chance dele voltar a comprar na mesma loja.

E aí, amigo, você já está preparando a sua empresa para as vendas do segundo semestre?