Você já quis ser um YouTuber de sucesso como o Whindersson Nunes? Imagine criar um simples canal de vlogs diários e, de uma hora para outra, se tornar o maior canal brasileiro no YouTube e o 20º no mundo (em matéria de inscritos). O segredo da fama alcançada por Whindersson, não sabemos. Mas como você pode ter esse estilo de vida, podemos te contar.

Recentemente, o Centro Universitário Brasileiro (Unibra), no Recife, anunciou a criação da primeira turma de graduação do curso de Digital Influencers, prevista para o início de 2018. A reitora da Unibra, Renata Maia, anunciou que o Brasil será o segundo país a oferecer o curso, atrás apenas da China, onde a formação é mais voltada para moda.

Quem são os Digital Influencers?

Os Digital Influencers já fazem parte do cotidiano de quem procura indicações sobre produtos e serviços na internet. Em sua grande maioria no YouTube, esses influenciadores costumam produzir conteúdo, compartilhar seus costumes e preferências, além de dar sugestões diversas à sua audiência. Essas indicações vão desde um produto para se consumir à um lugar para ir.

Essa crescente popularidade dos Digital Influencers atraiu os olhares das mais variadas marcas, e neste sentido, representou uma nova (e promissora) forma de fazer marketing na internet. Recentemente, noticiamos que o Facebook apresentou novidades na veiculação de campanhas com parcerias entre marcas e influenciadores.

recife graduação digital influencer

O que será ofertado no curso?

Embora ainda esteja em processo de aprovação pelo Ministério da Educação (MEC), a instituição de Recife afirma que o curso já está estruturado: a graduação em Digital Influencer terá uma curta duração de dois anos. O curso contemplará conhecimentos de Comunicação Digital, Jornalismo, Moda, Marketing e Direito.

O profissional formado na área estará capacitado a desempenhar funções de planejamento de marketing, comunicação digital, gestão de mídias, técnicas de vídeo, escrita, entre outras habilidades. Quem conseguir uma vaga na graduação irá cursar disciplinas como Economia, Youtubers, Modelagem Visual, Inglês, etc. Segundo Renata, a iniciativa surgiu após a Universidade observar o crescimento da demanda de profissionais neste segmento. A habilitação oferecida para quem concluir os quatro períodos do curso será de Tecnólogo em Influenciador Digital.

Opiniões sobre a novidade

A Digital Influencer e Publicitária, Cris Moreira, tem mais de 54 mil seguidores no Instagram e conta que trabalha como influenciadora digital há seis anos. A mesma afirma que “profissionalizar a função só vem a agregar” de modo que conhecimentos técnicos em marketing e pensamento estratégico, por exemplo, irão dar mais capacidade ao profissional de realizar um trabalho mais qualitativo.

recife graduação digital influencer 01

Já a professora do curso de Publicidade e Propaganda da Universidade Federal do Ceará, Soraya Madeira, acha arriscado a criação de uma formação superior em uma carreira tão nova, visto que tanto o público, como o mercado ainda está em processo de adaptação. Não obstante, a docente considera positivo preparar melhor o profissional que produz conteúdo e faz uma boa ligação entre marca e consumidor, sobretudo, abordando questões éticas e jurídicas.

“(O curso) tem que dar base para refletir sobre aquilo que se vai produzir. Trabalhar influência não é só fazer um vídeo, uma maquiagem ou uma foto. Há critérios mais profundos”, completa Soraya.

Resta saber quem serão os professores que irão assumir as disciplinas do curso. Você acha que será alguém famoso? Deixe nos comentários o seu palpite!