Há mais ou menos um mês, eu estava dando aula sobre o Google Analytics para uma turma de MBA em Marketing Digital. E as aulas sobre o Analytics são sempre bem interessantes: é uma ferramenta que, embora conhecida, poucas pessoas utilizam ou já utilizaram, e que tem uma quantidade gigante de dados sobre os websites que ne

 

Dá para sabermos detalhes sobre fontes de tráfego, tempo de retorno dos visitantes, tempo que eles passam em média no site, páginas que mais visitam… Muita coisa.

Uma das informações que mais causam reação quando falo é o que podemos saber o modelo de celular que as pessoas utilizam para acessar o website. Meio louco, não é?

 

Mas um questionamento que sempre surge é se há a possibilidade de fazer a análise desses dados de maneira individual, por cada usuário. E, na época da aula, a resposta tinha sido: ainda não. Mas essa semana o Google fez um anúncio que muda essa minha resposta…

 

 

User Explorer Reporting

 

A novidade anunciada pelo Google é o User Explorer Reporting, um novo atributo do Analytics que permite que analisemos, anonimamente, dados individuais de interações com o site. Essa nova funcionalidade será um grande plus para entendermos como os usuários interagem e se comportam dentro de nosso site.

 

O Google vai identificar usuários através de um ID – para manter que a análise seja feita anonimamente – dentro do painel que contém informações do Público-Alvo (que tem esse mesmo nome). E a partir daí, você terá dados específicos de alguns usuários.

 

 

Foto: Marketing Land

Foto: Marketing Land

 

 

 

E como isso pode me ajudar?

 

Imagina que você possa descobrir o que exatamente dentro do seu site – seja ele institucional, blog ou um e-commerce, por exemplo – está agradando, ou não, o seu visitante. Que você consiga saber se as páginas principais que você gostaria que ele visitasse – aquelas que tem as principais informações que você precisa que ele veja – são as que ele visita de verdade. E, principalmente, o que pode estar errado quando essas páginas não estão atingindo o seu objetivo.

 

Agora, imagina ter essas informações de maneira individual – e descobrir até qual o horário esse visitante acessa cada página.Imagine saber no relatório do seu e-commerce quais produtos foram visitados, quais esse visitante comprou e descobrir as melhorias que podem ser feitas para aumentar as vendas – e diminuir o número de abandono de carrinho também!

 

A possibilidade de análise individual de dados é um ganho a mais no uso estratégico de informações do Analytics. Afinal, não adianta ter um mundo de dados – nos mais ricos detalhes – se não sabemos para que e como utilizá-los.

 

Estou preparando uma série de posts sobre o Google Analytics – sobre como coletar os dados que ele nos fornece para extrair informações e utilizá-las para tomar decisões estratégicas para otimização e planejamento de websites.

 

O Analytics também liberou novidades na análise de dados do Adwords…Mas isso é assunto para outro post. 😉

 

Até lá! 🙂