É muito fácil para quem está começando cair em armadilhas e obstáculos no seus esforços para criar o melhor inbound marketing, como é com qualquer outro “primeiro”. Isto é especialmente verdadeiro para aqueles que trabalham diretamente com o marketing tradicional, ou se você é uma das primeiras pessoas da sua equipe a adotar o inbound.

 

Agora você descobriu o inbound e fico tão animado para otimizar sua estratégia de marketing que acabou sobrecarregado ou perdido, ou ainda, você pode ser muito cético sobre diferentes partes do inbound que você não consegue tirar proveito das principais estratégias que irão impulsionar sua estratégia.

 

Todo mundo comete erros, e vamos tentar fazer a transição para o sucesso do inbound marketing um pouco mais fácil. Saiba os sete erros mais comuns para quem está iniciando com o inbound marketing e o que você possa fazer para evitá-los.

 

 

Erro # 1: Tentar fazer tudo ao mesmo tempo.

Você já leu tudo sobre inbound marketing, e agora, você quer ir o mais rápido possível, até ter toneladas de posts e as suas listas de e-mail estarem perfeitas e você está postando em suas contas de mídia social nos momentos certos. Mas resistir à tentação de assumir tudo de uma vez, não é tão simples, as altas expectativas são uma boa coisa mas para ser bem sucedido no inbound marketing, você precisa lidar com sua estratégia de marketing gradualmente ao longo de meses e dar cada passo, um de cada vez.

 

Então, ao invés de trabalhar em tudo um pouco todos os dias – o seu blog, canais de mídia social, site, e-mail e estratégia – é bom priorizá-los. Qual o canal está convertendo o melhor? Que precisa de mais trabalho? O que pode funcionar como está por mais algum tempo enquanto você trabalha sobre os outros? Por exemplo, se seus canais de mídia social estão recebendo engajamento decente, mas a sua taxa de rejeição e-mail é muito maior você provavelmente deve se concentrar em suas listas de e-mail.

 

 

Erro # 2: Não definir metas realistas, mensuráveis.

 

Sem objetivos mensuráveis, você não será capaz de trabalhar de forma eficiente ou acompanhar o seu progresso ao longo do tempo. É bom para definir seus, mas certifique-se seus objetivos são realistas. Siga algumas diretrizes e seja:

 

  • Específico: Cada objetivo deve ter uma métrica específica ligada a ela. Pense “escrever dois posts do blog por semana” em vez de “escrever mais posts.” Estabeleça prazos específicos também.
  •  

  • Mensuráveis: números concretos são a única forma de medir adequadamente o seu sucesso.
  •  

  • Atingível: Traçar objetivos são bons, mas eles ainda devem ser atingível. Conhecer e ser honesto sobre o que você e sua equipe são capazes.
  •  

  • Relevante: Seus objetivos devem realmente importa para o seu negócio.
  •  

  • Comprometido: Atenha-se esse prazo! Se você continuar voltando em seus objetivos eles iram perder a credibilidade e o sistema desmorona.

 

 

Erro # 3: Não fazer uso do que você já tem.

 

Um dos erros mais comuns que vemos nos iniciantes de inbound é reformular todos os seus materiais de marketing em vez de otimizar o que já tem e, em seguida, acrescentar a ele novidades. Mesmo que tenham sido feito para táticas tradicionais, você já tem o conteúdo e os recursos para abastecer seus esforços de inbound.

 

 

Erro # 4: Tentar fazer de inbound sem um blog.

 

 

Quando você cria um de blog do seu negócio, você prolonga a sua capacidade de criar uma continuidade de conteúdo com entrega de valor. Toda vez que você escrever um novo post, você adiciona outra página indexada ao seu site  e cada nova página indexada é mais uma oportunidade para você aparecer em motores de busca e direcionar o tráfego para seu site. Além disso, o Google e outros motores de busca sabem quando você adiciona outra página ao seu site dizendo a eles que está ativo e deve ser rastreado com frequência para classificar os novos conteúdos.

 

Novos posts são novas oportunidades para gerar mais leads. Cada um de seus posts devem ter várias chamadas à ação (CTA). Por exemplo, banners na parte superior ou inferior de cada post, na barra lateral criar CTAs, links para as páginas de destino e assim por diante.

 

 

Erro # 5: Criação de conteúdo vazio.

 

Uma vez que você aprendeu como é importante o blog do seu negócio que ele é a sua base de conteúdo, é tentador começar a escrever sobre as primeiras coisas que surgem em sua cabeça. Mas não! Blog, como tudo mais em marketing, requer uma estratégia. Sem uma, você está jogando um gancho sem isca em um grande oceano.

 

Antes de ir a criação de conteúdo, você precisa descobrir qual o conteúdo que você precisa criar para conduzir as pessoas ao seu site que possam querer comprar seus produtos. Você vai precisar: Criar personas compradoras e mapear os ciclos de vida desses compradores. Este processo é chamado de mapeamento de conteúdo e é um passo muito importante na criação de conteúdo. É importante criar um conteúdo que agrada a cada público.

 

Faça uma lista de palavras-chave. Se você criar conteúdo antes de pesquisar palavras-chave relevantes, corre o risco de estufar o seu conteúdo com palavras-chaves aleatória, que deixará a leitura pouco natural e poderá ser penalizado pelos motores de busca. Pergunte aos seus clientes. Uma das maneiras de obter ideias de conteúdo de nossos clientes está executando uma pesquisa de conteúdo . Quando você criar conteúdo em torno de temas que seu público quer aprender você terá mais sucesso em direcionar o tráfego para o seu site, as assinaturas para o seu blog e e-mails, e leva-los para o seu funil de vendas.

 

 

Erro # 6: Não limpar suas listas de e-mail.

 

Se você já comprou uma lista de e-mail , enviou e-mails para listas antigas e decadentes, ou de outra forma empurrou sua mensagem para pessoas que não se registraram para receber o seu email, saiba que esses dias acabaram, agora que você é um fornecedor de inbound marketing.

 

O primeiro passo para e-mail de inbound marketing é verificar o quão saudável são suas listas. Então, é hora de limpar suas listas de e-mail: Reveja suas listas e remover todos os endereços de e-mail único que não passarem no teste de qualidade, deixe apenas o email que desejam saber mais sobre você, o inbound marketing é baseado em permissão, seja relevante. Em seguida, assista a sua taxa de rejeição e-mail diminuir significativamente à medida que você enviar e-mails apenas para pessoas que esperam para recebê-los. Em vez de empurrar a sua mensagem, você pode passar informações para as pessoas de matérias com conteúdo relevante em seus e-mails.

 

 

Erro # 7: Não medir os resultados e ajustar em conformidade.

 

Para você continuar a construir o seu inbound marketing, é importante que você acompanhe as métricas que foram definidas nas metas para observar a forma como os resultados se comparam ao seu objetivo. As métricas que você acompanha semana-a-semana e mês a mês dependem do que você está focando – se você acompanhar muitas métricas de uma vez, corre o risco de perder o foco (ver Erro # 1).

 

Se o seu foco está em escrever e otimizar o seu blog, trilhar postagem no blog vista, taxas de cliques (ou seja, a percentagem de visitantes do site que clicaram em seu CTAs), leads gerados, e fontes de tráfego. As pessoas vêm para o seu blog a partir de busca orgânica? A partir de referências? A partir de mídias social? Responda as essas perguntas e limite as métricas que devem ser observadas para que seja alcançada a meta. Quando você vê algo que está funcionando tente replicá-lo. Quando algo não está funcionando, tente outra coisa – quanto mais você testar, mais você aprende.

 

Com essas dicas você irá alcançar mais rápido e de forma mais certeira os seus objetivos com inbound, sem esquecer da constância e da qualidade dos seus entregáveis.