Não é nenhum segredo que o blog é uma poderosa arma de comunicação no meio digital. Seja para um blog pessoal ou para empresas, esta ferramenta é um dos principais pilares no marketing de conteúdo.

 

Ah, o conteúdo. Este mocinho tão mencionado quando falamos em estratégias digitais… E ele não é tão comentado à toa.  Marketing de conteúdo continua sendo a aposta para o ano de 2014 (e acredito que não deixará de ser por um bom tempo).

 

Certo, eu já sei que é uma ferramenta importante. Mas como criar um blog?

 

Escolha um tema

 

A escolha do tema é de extrema importância. Mas esta nem sempre é tarefa fácil. Você precisará lidar com ele por um bom tempo.

 

Que tal algumas dicas?

 

  • Escolha um tema que você realmente goste! Quanto mais paixão pelo assunto, melhor a motivação e inspiração para escrever sobre ele;
  • Decida por algo que você goste e não tenha problemas em discutir com outras pessoas – isto tornará os comentários bem mais interessantes;
  • Escolha um tema que você goste de pesquisar sobre – e esteja sempre atualizado sobre as novidades dele.

 

Tema escolhido, o próximo passo é o nome do blog.

 

Como escolher o nome do blog?

 

O que precisamos ter em mente ao escolher o nome para um blog? O nome precisa ser fácil de lembrar e não gerar dúvidas na escrita. Palavras que geram confusão na grafia (S ou Z? X ou CH?) podem complicar.

 

Muitas vezes o nome do blog surge de onde você menos espera. Vou te dar um exemplo prático: o Digaí. Quando nos reunimos para escolher o nome do blog, nenhuma ideia parecia se encaixar no que queríamos. Até que, em meio à descontração do brainstorm, o nome surgiu. E de início ele era brincadeira, mas acabou se tornando o nome do nosso blog.

 

 

Finalmente consegui escolher o nome, e agora?

 

Depois de muito pensar e repensar, consegui o nome ideal para o meu blog. O próximo ponto é registrar o domínio. E quando o nome que escolhi já tem domínio registrado?

 

Utilize palavras-chave do seu conteúdo. Brinque com as palavras e seus significados. Aqui também vale a mesma ideia do nome do blog: de fácil memorização e que não gere dúvidas na grafia.

 

Em seguida, você precisa escolher a plataforma que vai utilizar. A mais utilizada é o WordPress, mas há também o Blogger, Tumblr e outras – o que vai definir a plataforma é a sua necessidade. Além disso, você precisará de um servidor de hospedagem – que também irá variar de acordo com sua necessidade (espaço, contas de e-mail, volume de transferência, entre outros fatores). O importante é que o servidor suporte a demanda de acessos do seu blog.

 

 

Tudo configurado. Qual o próximo passo? Planejamento de conteúdo!

 

O planejamento é uma fase importante – não só na fase inicial, mas ao longo de todo o projeto do blog. Com que frequência meu blog será atualizado? Será que eu consigo dar conta da demanda de posts só ou vou precisar de uma equipe? Qual a antecedência que preciso agendar as postagens do meu blog? Essas definições facilitam – e muito – o controle e organização do seu blog.

 

Além disto, temos ações paralelas de conteúdo para o seu blog em específico: redes sociais, e-mail marketing, SEO, publicidade, entre outras que venham a surgir.

 

Estes são os passos iniciais para criar o seu blog. Nos próximos posts, discutiremos sobre produção de conteúdo, estratégias e monetização.

 

Quer mais dicas de como criar o seu blog? Confira aqui.