Você já parou para pensar a respeito das suas melhores experiências como consumidor? O que você acha que tornou essas experiências tão bacanas e memoráveis? Foi a consistência do serviço? Foi o fato da empresa conhecer sua necessidade sem ter perguntado? Foi o sentimento de importância e exclusividade que você sentiu? Ou todos esses fatores combinados?

 

Aposte-no-mobile-e-na-ciencia-de-dados-para-aperfeicoar-experiencia-do-seu-consumidor

 

Muito provavelmente, o quarto motivo é a resposta certa. E dá pra apostar também que a experiência que você tinha em mente não foi uma compra que você realizou online através do computador, mas com uma pessoa de verdade.

 

Jeff Tseng, fundador e CEO da Kontagent, em sua palestra no evento Kontagent Konnect 2013 falou sobre o futuro da tecnologia em relação às empresas e aos consumidores. E uma coisa é certa: estruturas móveis e gestão de dados são a bola da vez para se aperfeiçoar a experiência do consumidor. E isso vale para qualquer negócio: bancos, vendas, companhias de viagem, até mesmo a indústria de planos de saúde. O que será essencial para cada negócio desses? A plataforma mobile.

 

 

O que faz a diferença na experiência do consumidor

 

Pode até parecer um tanto incomum, mas empresas como os apps, Uber, Easy Taxi, HotelTonight, entre outros, mostraram que a plataforma móvel é capaz de criar experiências para o consumidor que são tão eficazes quanto um atendimento que aconteça pessoalmente. Ao contrário de qualquer outro touchpoint,  ou seja, ponto de contato entre empresa e consumidor, serviços e produtos presentes em plataformas móveis garantem experiência para o consumidor de forma onipresente, relevante e íntima.

 

O motivo pelo qual algumas empresas são bem sucedidas em oferecer esses tipos de produtos ou serviços, é o fato de elas gerenciarem os dados fornecidos pelos seus consumidores. Cada dispositivo móvel é basicamente um sensor altamente sofisticado que coleta constantemente dados sobre as preferências dos usuários. Além disso, levando em consideração que qualquer pessoa leva seu smartphone ou tablet aonde quer que vá, suas informações mais pessoais estarão presentes nesses aparelhos, e não no seu desktop. E tais informações serão compartilhadas pelos usuários apenas com empresas nas quais eles confiam e são acessadas com a facilidade de um toque.

 

E é isso que faz da plataforma móvel algo tão poderoso para o seu negócio. Empresas com acesso a informações exclusivas sobre seus consumidores saberão o que eles realmente procuram e precisam. De acordo com Jeff Tseng, ferramentas como focus group  ou outros relatórios complexos de pesquisa não serão necessários para desenvolver um novo produto ou uma versão atualizada de um produto existente, uma vez que os dados coletados mostrarão o que os usuários, portanto, consumidores, desejam.

 

No entanto, esse não é um processo simples. Afinal de contas, extrair informações utilizáveis na sua análise de métricas requer expertise  no gerenciamento de dados, quase como um trabalho de “separar o joio do trigo”, mas muito mais complexo. A utilização de dados para definir novas estratégias e desenvolver novos produtos é algo que muitas empresas ainda não fazem ideia de como lidar. A “ciência dos dados”, como intitula Tseng, tem como objetivo construir experiências marcantes, que gerem engajamento duradouro e personalizadas para o consumidor .

 

Resumo da ópera: aposte no mobile se quiser que seu negócio se destaque dos demais no mercado. E gerenciar dados é vital nessa conquista. É a era do Big Data onde o volume de dados disponibilizado pelos milhões de usuários é inimaginável e para as possibilidades de negócios que investem em plataformas móveis, o céu é o limite.

 

Você também aposta no potencial das plataformas mobile e na coleta de dados?

Comente aqui, nós queremos saber.

 

Fonte da imagem: http://www.marketingtango.com