Quando chega o momento de implementar ou ampliar ações de marketing digital em uma empresa, muitos não sabem por onde começar. O fato é que a importância do marketing digital já foi reconhecida, e junto seu poder de transformação.

Um arquiteto, para ser um excelente profissional, precisa gastar muitas horas estudando e aplicando técnicas da sua área. O mesmo vale para um cabeleireiro, para um mecânico ou para um advogado.

Acontece que nenhum desses profissionais vai conseguir grandes resultados e retorno financeiro sem um importante elemento: o marketing.

É através do marketing que um advogado ou um arquiteto se torna cada vez mais visível para o mercado. Seja o marketing feito por você mesmo, ou marketing profissional, feito por uma agência especializada. Basta apenas você conhecer os ônus e bônus e avaliar o que cabe no seu orçamento.

Marketing digital feito por você - Ilustração representando uma pessoa sozinha tendo ideias

O marketing feito por você mesmo

Há quem prefira cuidar sozinho do marketing da sua empresa. Para isso, recorrem ao blog especializados, vídeos no Youtube e cursos para iniciantes, mas o custo desse “faça você mesmo”, além de financeiro, é também temporal.

Como reconhecemos no começo, para um profissional ser bom no que ele faz, precisa acumular horas de dedicação, estudo e aplicação. Não sendo ele um profissional da área do marketing, se debruçar sobre um assunto que não é o seu pode lhe custar a liderança do mercado ou uma atualização técnica importante.

Além do mais, mesmo que um advogado dedique muitas horas para aprender marketing digital, será difícil alcançar o nível de preparo de um profissional do marketing, que se dedica integralmente ao assunto.

É justamente para suprir essa demanda, para que você possa se dedicar integralmente a sua empresa sem se preocupar tanto com as técnicas de marketing, que surgem as agências de marketing digital.


Marketing Profissional

Principalmente empreendimentos de pequeno e médio porte não têm condições de contratar e estruturar todo um setor de marketing e vendas. As agências de marketing são empresas que surgiram para suprir justamente essa necessidade.

Ao contratar uma agência, você tem toda uma equipe tecnicamente preparada, com processos de entrega organizados e adaptáveis às suas demandas. O custo por todos os serviços não se equiparam à contratação de uma equipe inteira de profissionais fixos da áreas de marketing, e essa é só uma das vantagens.

Ao delegar o serviço de marketing da sua empresa para uma agência, você recebe uma “garantia” da qualidade da equipe. Se um funcionário sair, você não precisa se preocupar em buscar outro para contratar.

A agência também te poupa tempo. Você não vai precisar gastar energia para aprender e você mesmo fazer ou mesmo aprender para ensinar a funcionários.

Se você é uma pequena empresa ou uma marca em desenvolvimento, ainda pode consumir serviços especializados para o seu tamanho e proposta. Assim, possuirá ferramentas adaptadas para o seu tamanho de negócio.

Apesar de todas essas vantagens serem muito atrativas, nem tudo são flores. Não é difícil ouvir queixas sobre agências que não entregam o que foi contratado e que não dão a devida atenção ao seu negócio.

É por isso, para que você possa se beneficiar das vantagens de contratar uma agência sem ter dor de cabeça e alcançar os maiores resultados possíveis, que separamos uma lista de critérios que você deve observar antes de contratar uma agência de marketing digital.

Vamos lá?

1 – Busque alguma garantia de resultados

Ao contratar uma empresa, é interessante obter dela alguma garantia de resultados. Uma garantia total de que você vá alcançar todo as metas é praticamente impossível, mas você pode ter alguma noção.

Mas como saber se uma empresa pode te garantir algum resultado? Observe o histórico de trabalho.

Certifique-se: Essa agência tem depoimentos de clientes satisfeitos? Depoimentos de clientes satisfeitos são muito importantes. Através deles você consegue saber os pontos fortes da agência e a capacidade dela de entregar a transformação prometida ao cliente.

Além disso, você também pode observar se a agência tem um portfólio e já atendeu algum outro cliente do mesmo segmento que o seu. Dessa forma saberá se o nicho em que sua empresa atua é ou não novidade para a agência.

Com essas respostas, você consegue conhecer o lastro da agência e, com isso, ter alguma garantia da eficiência da prestação de serviços dela.

2 – Atente-se à equipe

Há agências de todos os tamanhos. As maiores são as que conseguem comportar um volume maior de clientes. As menores devem se deter à capacidade de clientes que os funcionários conseguem atender.

Esse ponto é bastante essencial porque é aqui que geralmente acontecem os problemas. Algumas agências não conseguem atender adequadamente seus clientes ou atrasam as entregas porque pegaram contratos demais e não conseguiram expandir a equipe.

A agência, para ser boa, não precisa ser grande, ela só precisa escolher entre se deter ao número de clientes que atende ou expandir a equipe.

Abaixo vou elencar quais são, geralmente, setores/cargos de uma agência:

Tráfego: pessoa responsável por gerir a publicidade paga (anúncios)
Ferramentas: pessoa responsável pelo gerenciamento das ferramentas utilizadas nos projetos
Desenvolvedor: pessoa responsável pela criação de sites, páginas, plataformas ou aplicativos
Designer: pessoa responsável pela criação de imagens, banners, logos, identidade visual.
Redator: pessoa responsável pela criação de diversos tipos de conteúdos como conteúdo incluindo e-books, infográficos, blogposts

Quanto maior a estrutura, os resultados acumulados por uma agência e a complexidade do seu projeto, provavelmente será maior também o investimento que você terá que fazer. Para entender melhor como isso se dá é que fizemos o ponto 3, que vem a seguir.

Verifique seu investimento ao investir em uma agência de marketing digital - Ilustração representando crescimento monetário

3 – Verifique o investimento

É inevitável que agências mais bem estruturadas e com um histórico maior de resultados cobrem mais caro do que a média de mercado.

As agências mais experientes e bem estruturadas já validaram seu formato de trabalho e traçaram caminhos para o resultado. O custo para chegar onde chegaram e os resultados financeiros que elas podem trazer para o seu negócio refletem no valor que cobram.

A como a analogia dos carros: O Fusca e o Corolla são carros, não é mesmo? Mas ambos apresentam propostas diferentes e têm desempenhos diferentes. O mesmo se dá com as agências.

Se seu orçamento está pequeno, procure agências menores e com menos experiência. Se pode pagar mais por um serviço mais elaborado, invista em agências mais experientes. Independente de qual tipo de agência for a adequada ao seu orçamento, você precisa saber o que está pedindo, e isso nos leva ao ponto 4.

4 – Tenha um contrato com escopo definido

É importante você ter na proposta e no contrato exatamente aquilo que a agência irá fazer. Caso isso não aconteça, a chance de acontecer um mal entendido é grande.

No contrato, as expectativas são alinhadas e fica determinado quais as suas responsabilidades como cliente e quais as responsabilidades da agência.

À agência compete planejar, executar, acompanhar os resultados. Já o cliente geralmente fica encarregado de apoiar o planejamento, responder as mídias, como mensagens diretas em seu perfil; fornecer materiais específicos e dar feedback sobre as vendas. O cumprimento dessas funções é muito importante para que cada lado do contrato saiba o nível de satisfação do outro.

Como diz o famoso ditado: “O combinado não sai caro”. Além disso, com as demandas devidamente registradas em contrato, é fácil ver se o que foi proposto foi atendido. Dessa forma, as chances de alguém sair frustrado da parceria diminuem.

Além disso, é preciso entender que para ter bons resultados não basta apenas delegar o trabalho para agência e pronto. Quanto mais de perto você acompanhar o desenvolvimento do projeto, melhor para todos os lados.

Agora, conhecendo todas as possibilidades para o marketing do seu negócio, você poderá escolher a opção que mais se adapta ao seu orçamento e projeto. Há muitas agências aptas e qualificadas para prestar um bom serviço. A partir desses critérios, você poderá contratar uma que resolva suas necessidades!
E se você está mesmo querendo contratar uma agência com todas essas especificações, o ponto 5 é para você!

5 – Qual agência contratar?

Uma boa agência de marketing digital vai atender a todos os critérios citados acima. Ela vai conseguir te garantir algum resultado e terá um histórico de clientes satisfeito; terá uma equipe preparada para suprir sua demanda, seja ela uma agência grande e experiente ou um agência pequena e com pouco experiência; cobrará um valor adequado ao resultado que pode te entregar e fará tudo por meio de um contrato, garantindo que todas as demandas e obrigações de cada lado sejam devidamente registradas.

Caso você esteja precisando contratar uma agência e deseje uma que atenda a todo os critérios deste artigo, que tal conhecer melhor o trabalho da Unu Digital?

Felipe Pereira é o fundador da agência Unu Digital, que atende a todos os critérios elencados neste artigo. A Unu Digital está no mercado digital há 16 anos e já ajudou mais de 590 empreendimentos a aumentarem sua visibilidade, multiplicarem suas vendas e revolucionarem seu marketing através de ferramentas digitais.

A empresa conta com uma equipe multidisciplinar, formada por profissionais especializados em marketing digital, jornalismo, publicidade, design, tecnologia, negócios e vendas, que usam uma metodologia focada em resultados para seus clientes.

Clique aqui para visitar o site da Unu Digital e conhecer mais sobre a empresa.