Trabalhar tanto em um nicho segmentado quanto para um público segmentado pode ser a melhor decisão a tomar pelo seu negócio.

Com essa técnica, você se torna capaz de avançar no posicionamento da sua empresa dentro do mercado, podendo se tornar líder ou referência dentro de um nicho, além de se comunicar com precisão com os seus clientes.

Mas como e por que segmentar? Isso eu vou te ajudar a entender agora!

Tente imaginar uma grande feira de peixes. Todas as pequenas barracas que estão dentro da feira vendem peixes, frutos do mar e acompanhamentos. Essas barracas concorrem entre si com a mesma categoria de produtos.

Você é um peixeiro e acabou de alugar uma barraca dentro da feira. Você está em desvantagem: ainda não tem clientes fidelizados e nem um público que te recomende. O público que frequenta a feira está ali a cada 15 dias e já criou laços de confiança com os vendedores.

Nesse cenário, como se posicionar para não largar na desvantagem, lutando em uma ampla concorrencia com negócios estabilizados?

Uma das opções é justamente sair dessa ampla concorrência e segmentar.

Segmentação de público e nicho - Ilustração - Definir e entender público-alvo

Primeiro passo para segmentar: definir e entender o seu público-alvo

É cada vez mais difícil atingir e agradar um público inchado com tantas preferências diferentes entre si. Dividir o mercado em conjuntos de públicos distintos, levando em conta os objetivos do seu empreendimento, pode te ajudar a modelar seu produto de acordo com a necessidade de um grupo específico. Um grupo potencialmente menor, porém mais qualificado.

Para tanto, é necessário agrupar os potenciais clientes por características semelhantes. A partir daí fica mais fácil de escolher o seu mercado-alvo.

Características do público-alvo para segmentação

A segmentação de mercado deve levar em consideração algumas características básicas na hora de organizar o público. Essas características vão variar de acordo com seu empreendimento e objetivo.

As características mais comuns para se levar em conta na hora de entender o seu público alvo do seu produto são as seguintes:

Segmentação geográfica: essa segmentação tem como base a localização, a densidade populacional, o clima, as regiões de determinada cidade/país. Nesse tipo, também podemos separar os consumidores por regiões, estados e bairros, por exemplo. Onde está localizado o seu consumidor? Qual clima dessa região?

Segmentação demográfica: para esse critério, você pode utilizar como dados como sexo, idade, etnia, renda familiar, ocupação e tamanho da família para entender o seu público. Qual a faixa etária e a remuneração mensal do seu consumidor?

Segmentação psicográfica: essa segmentação divide o mercado pela maneira como as pessoas conduzem a sua vida. Aqui entram interesse em atividades, estilo de vida, opiniões, personalidade e hábitos dos seus potenciais clientes. Quais são os ideias do seu público? Quais os seus hábitos e como leva sua vida?

Segmentação comportamental: aqui temos como base os comportamentos de compra das pessoas, que podem ser: frequência de uso e lealdade à fonte ou o status de usuário. Aqui é possível também analisar as ocasiões de compra e as atitudes em relação ao produto ou serviço. Quais os hábitos de compra o seu consumidor tem? Ele se importa com qualidade, com o preço ou com os dois?

Estabeleça os critérios que fazem a diferença para o seu negócio, pesquise e aplique-os. Os critérios demográficos precisam ser levados em consideração? Os hábitos e estilo de vida são fatores importantes para entender o seu consumidor?

Ao final desta análise, você poderá definir com precisão o público-alvo do seu nicho. E será para eles que você dará uma dedicação extrema.

Segmentação de público e nicho - Ilustração - Dedicar ao posicionamento

Agora é a hora de se dedicar ao seu posicionamento

No mercado, podemos observar algumas marcas que já se posicionam dentro de um nicho. Elas entram em um mercado de ampla concorrência, observam uma oportunidade em um nicho pouco explorado, segmentam o seu público e, não poucas vezes, alcançam o status de referência rapidamente.

Um exemplo que podemos trazer são algumas marcas que fabricam produtos de higiene e beleza para mulheres negras, ou marcas cujo consumidor final são mulheres loiras e platinadas. Há também, por exemplo, dentro do nicho de marketing digital, quem oferte marketing digital para a categoria profissional dos dentistas, ou dos nutricionistas.

O que há é um processo de adequação da empresa e personalização da oferta para a demanda de um grupo, que muitas vezes está reprimida.

Para encontrar esses nichos, é essencial conhecer bem a amplitude do mercado em que se atua e ter um olhar aguçado para as dores e desejos do público.

Benefícios

Quanto mais segmentado o seu público estiver, melhor e mais precisamente você conseguirá se comunicar com ele.

Ao fazer pesquisas e, a partir delas, identificar seu público-alvo e um nicho não muito explorado, você pode ter maior clareza de quais canais usará para divulgação da sua oferta e captação de clientes.

Além disso, há a possibilidade de investir esforços em campanhas de marketing de maneiras muito mais eficazes. Dessa forma você economiza o que gastaria promovendo o seu produto para um público que não está interessado em comprá-lo.

É mais fácil focar suas energias em um possível cliente que tem reais chances de se interessar pelo seu serviço. Assim você tem maiores chances de fechar vendas e, consequentemente, aumentar a confiança no seu negócio e expandir a presença da sua marca.

E o peixeiro?

No caso do peixeiro, que citamos no início e que estava preste a entrar em um mercado amplo com concorrentes estabilizados, seria possível usar a segmentação como recurso.

Com base numa pesquisa de mercado, o peixeiro poderia identificar que uma parcela do público que frequenta a feira ganha mais de 5 salários mínimos. Isso se reflete no comportamento desse público: estão dispostos a gastar mais com artigos que não são de fato uma extrema necessidade.

Tendo esses e vários outros fatores em vista, tendo também se esforçado para adquirir um olhar aguçado para as necessidades e desejos dos clientes, o peixeiro poderia especializar apenas em peixes de alta qualidade, raros, cortes especiais e especiarias marítimas de outros lugares.

Outra opção seria, ao invés de ofertar todos os mesmos três tipos de produtos que os seus concorrentes oferecem, pode trabalhar com apenas um deles, maximizando a excelência da produção e reforçando a sua marca.

Para qualquer necessidade de diferenciação, o elemento da segmentação aparece como uma boa opção. Ouse experimentar no seu negócio!