Em um mundo com tantos influenciadores digitais, fica fácil entender o porquê de tantas pessoas sonharem com a fama e o dinheiro conquistado na internet. Uma das plataformas mais utilizadas por quem deseja ganhar a vida trabalhando com as redes sociais é o YouTube, site de compartilhamento de vídeos.

E a empresa anunciou no último dia 16, terça-feira, que a monetização dos vídeos passará por mudanças. A partir de hoje quem quiser faturar através de anúncios no YouTube deverá se enquadrar nas seguintes condições: é preciso ter mais de mil inscritos e possuir mais de mil visualizações nos últimos 12 meses.

monetizacao youtube mudancas

Prazo para as mudanças

Para os canais que já estão operando há mais tempo, as novas regras só começam a valer no dia 20 de fevereiro. Aqueles que não cumprirem as novas exigências terão mais 30 dias para atingir a meta, e caso mesmo assim não consigam, terão os benefícios suspensos até obterem a quantia exigida.

Segundo a empresa, todos os canais serão avaliados individualmente. O comunicado oficial ainda revelou a intenção da medida, que é corrigir problemas que vêm afetando toda a comunidade na plataforma. Assim, o objetivo principal é proteger os criadores de conteúdos do YouTube que dependem exclusivamente da empresa.

monetizacao youtube mudancas 01

Insatisfação de anunciantes e usuários

Em pouco tempo já foi possível perceber que a medida não agradou os anunciantes, tampouco os usuários. Na própria página onde o comunicado foi postado, vários comentários foram feitos contra a medida. A maior preocupação vem dos canais que foram criados há pouco tempo e não possuem um grande número de inscritos.

Outra consequência foi a criação de campanhas online para aumentar a quantidade de seguidores dessas páginas menos conhecidas. Entretanto, o YouTube também está atento a esse movimento, e muitos canais já estão sendo punidos (e tirados do ar) caso insistam em continuar com a atividade.

E aí, amigo, você acha que essa nova medida vai ajudar os produtores de conteúdo?