Fazer compras através da internet já está se tornando um hábito de grande parte dos consumidores. Além de poder adquirir um produto de qualquer lugar e a qualquer hora do dia, é possível ter acesso a condições exclusivas de pagamento, promoções e facilidade em comparar preços. Entretanto, uma pesquisa recente revelou que a violação de dados é uma ameaça para negócios de e-commerce.

O estudo foi desenvolvido pela Gemalto, empresa com referência mundial em segurança digital, com a participação de aproximadamente 10 mil pessoas de todo o mundo. O levantamento buscou colher informações acerca do comportamento do consumidor ao fazer compras utilizando a internet.

Números da pesquisa

Segundo a pesquisa, 70% das pessoas não fariam negócio com uma empresa caso ela apresente algum tipo de violação de dados. Além disso, sete a cada dez entrevistados consideram que a segurança de informações pessoais não é feita da maneira correta, e as empresas não levam essa questão a sério.

Entretanto, por mais que esse fator seja de extrema relevância para o público, o levantamento revelou que 56% das pessoas não se previnem contra ameaças. Essa questão foi analisada pela Gemalto ao perceber que muitos entrevistados cadastram a mesma senha para acessar variadas contas na internet.

Responsabilidade da empresa

Segundo 62% dos consumidores, é responsabilidade da empresa oferecer um sistema de segurança que garanta a não violação dos dados. Entre os serviços que as pessoas cogitam abandonar caso sofram algum indício de dano estão lojas de varejo (61%), bancos (59%) e até mesmo as redes sociais (58%).

Jason Hart, CTO de Identidade e Proteção de Dados na Gemalto, revelou que o consumidor não quer assumir qualquer responsabilidade sobre possíveis ameaças, e eles esperam que as empresas tenham esse compromisso. Esse fato é tão evidente que 93% dos entrevistados revelaram que realizariam alguma medida judicial caso sofressem algum dano.

E aí, amigos, vocês se sentem seguros na internet?