O consumidor está cada vez mais habituado a usar a internet ao mesmo tempo que procura um produto em uma loja física. Sabendo disso, os lojistas começam a criar estratégias que busquem atrair o público para os dois ambientes de venda, através de ofertas exclusivas e produtos distintos dependendo do canal de compra utilizado.

Sabendo disso, a Deloitte realizou um estudo intitulado de “A Jornada do consumidor entre canais“, direcionado para as vendas de natal. De um modo geral, o estudo apontou que 93% dos consumidores chegam a navegar na internet e ir na loja física da mesma empresa em uma única jornada de compra.

pesquisa consumidor jornada compra

Pesquisa de mercado

A pesquisa mostrou que o público está em busca da melhor oferta, independente de onde ela esteja. Dessa integração de canais surgiu o termo phygital, referente a jornada de compra no ambiente físico e digital simultaneamente. E essa é uma das razões de muitas empresas estarem investindo tanto em mídias online e offline.

Comparado a anos anteriores, o consumidor está mais propenso a utilizar o e-commerce para adquirir os itens da sua lista de desejo, sendo o canal preferido por 51% dos entrevistados. Os participantes indicaram que preços melhores, ofertas, praticidade e facilidade de pagamentos são algumas das vantagens de se comprar através da internet.

pesquisa consumidor jornada compra

A influência do e-commerce

Dos que participaram da pesquisa, 60% revelaram ter feito alguma compra em e-commerce ao longo do ano, e 61% disseram que fizeram isso por menos de cinco vezes. Entre os produtos preferidos estão os eletrônicos e de informática, além de músicas, filmes, jogos, livros e artigos esportivos.

Analisando as regiões do país, a pesquisa mostrou que o consumidor do Nordeste é o que menos vai gastar no natal, seguido das regiões Norte e Centro-Oeste. Para o natal, o tipo de produto que mais se destaca é o vestuário, sendo o preferido por 70% dos nordestinos, 65% para quem é do Sudeste e 56% para as populações do Norte e Centro-Oeste.

E aí, amigo, o que você acha dessa integração entre o online e offline?