Com a tendência de uma leve recuperação econômica ainda em 2017, os lojistas esperam datas que aumentem o consumo do brasileiro para faturarem no final do ano. Um desses eventos é a Black Friday, data que temos falado bastante aqui e que vai ocorrer no final de novembro, atraindo a atenção dos consumidores que queiram garantir até mesmo o presente de natal antecipado.

Para fazer uma previsão de mercado, o Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) em parceria com a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), desenvolveu uma pesquisa com algumas empresas brasileiras. Além da expectativa para a data, foi possível perceber que o consumidor cada vez mais confia no evento, que chegou a sofrer críticas em anos anteriores com relação à veracidade das promoções.

pesquisa revela participacao empresarios black Friday 2017

Levantamento em todo país

O levantamento foi desenvolvido com a participação de empresas de todo o país e mostrou que nem todos os lojistas estão dispostos a investir na Black Friday. Segundo a pesquisa, apenas 35% dos empresários participarão do evento. Para especialistas, embora grande parte não se mostre animada com o período, a data é importante para a renovação de estoque e garantir um aumento momentâneo de vendas.

Quando perguntados sobre o que esperar da Black Friday 2017, 28% dos entrevistados esperam que as vendas sejam iguais às de 2016, enquanto que 18% acredita que esse ano será melhor. Entre os que vão participar, apenas 21% vão investir ou já investiram na sua empresa para a data.

pesquisa revela participacao empresarios black Friday 2017 01

Estratégias para aumentarem as vendas

Para aumentarem as vendas, as lojas pretendem utilizar algumas estratégias de vendas. Entre as mais usadas, estão as promoções (46%), ampliação da quantidade de produtos (30%) e investimento em propaganda (28%). Um fato interessante é que 62% dos empresários não pretendem participar do Black Friday em 2017.

Mesmo que ocorra um mês antes do natal, 53% dos empresários disseram que não acham que as vendas de um evento influenciem no outro, mas para 25% dos entrevistados é possível sim criar um parâmetro entre as datas. Para 5%, as vendas da Black Friday podem chegar a influenciar negativamente no natal, já que as compras são antecipadas e o consumidor gasta o dinheiro antes do tempo.

E aí, amigo, você acha que as vendas da Black Friday influenciam no natal?