Como você tem cuidado dos seus PDV’s, ou pontos de venda?

Na verdade, são muitas as variáveis que podem influenciar essa resposta. As datas sazonais devem ser levadas em consideração, as ações da concorrência podem ter grande impacto no público, a situação econômica do país, que também influência drasticamente o comércio, entre outras questões não menos pertinentes.

Fato é que, hoje em dia, não basta o PDV estar organizado e ter os produtos ofertados na mídia para a venda (o que é praticamente obrigação), ainda que não seja tarefa fácil. É preciso olhar com bastante cuidado para o canal de vendas mais próximo (fisicamente) do consumidor. É nele que, segundo uma pesquisa da Nielsen, 70% das decisões de compra são tomadas. E isso nos diz muita coisa.

Mas então, se tudo isso é feito criteriosamente, by the book, por que as vendas não andam lá essas coisas? Talvez porque você ainda não saiba usar o poder das redes sociais a seu favor. Entenda melhor sobre o que é que estamos falando a seguir.  

Todos os seus concorrentes estão fazendo Social Media.

Ok, você pode torcer o nariz e dizer que as redes sociais representam apenas uma parte do todo que leva alguém a consumir o seu produto ou serviço. Mas certamente você já notou que esse consumidor, em questão, está cada vez mais inteligente, dinâmico, questionador e autêntico, certo?

Você é esperto e, além disso, também sabe que não pode ficar atrás da concorrência, não é? Por isso entende seu cliente como ninguém, tem um produto diferenciado que é vendido a preço justo e, além de todo esse cuidado no PDV, você ainda se preocupa em ter uma equipe de profissionais em social media no intuito de atrair vendas para o seu negócio.  Você está no caminho certo, mas ainda tem muito o que percorrer. Vamos juntos?

As redes sociais potencializam as vendas no PDV

Ter um excelente produto, atendimento impecável, boa localização e ofertas imperdíveis. Do que adianta tudo isso se ninguém sabe e, consequentemente, você não vende? Da mesma forma, do que adianta saber vender, produzir conteúdo, ser criativo em suas postagens se suas promessas no PDV não são cumpridas? Consegue ver a relação de dependência? Esses dois itens são muito importantes para o sucesso de uma venda e juntos, se trabalhados de forma bem planejada e eficiente, podem fazer toda a diferença.

Além disso, é preciso ter em mente que uma das propagandas mais eficientes é o boca a boca. E hoje ele é feito de forma online, 24h por dia, 7 dias por semana, sem limite de distância, seja pelos brandlovers ou por consumidores insatisfeitos. Pode parecer assustador – e é – quando pensamos que qualquer falha da marca durante a venda, seja ela no PDV ou online, pode estar sendo exposta para a grande massa.

Mas em contrapartida, todas as qualidades e compromissos serão evidenciados e reconhecidos se eles forem verdadeiros. Se você olhar bem, as falhas expostas podem até ser uma oportunidade de melhoria e de estreitamento de relacionamento com o consumidor.

Mas como, diabos, uma falha pode ser algo bom dentro de uma relação comercial?

Eu te dou um exemplo. Você já deve estar acostumado a passar por um estresse ou outro no trabalho, correto? Aquele colega que não cumpriu o prazo, acordou de mau humor ou esqueceu de dar um recado importante.

É fundamental saber que impasses acontecem e acontecerão sempre! No entanto, ainda que estejamos de cabeça quente, o que é que mais nos chama atenção nesses casos? Eu diria que é a forma como as pessoas lidam com esses problemas e como os solucionam.

Não tem como ficar chateado com um colega que reconhece o erro e tenta repará-lo da melhor forma, tem? Do mesmo jeitinho é o seu consumidor, afinal, ele é feito de carne, osso e muito sentimento, assim como você. <3

Im_sorry

Viu só como atrelar um bom posicionamento nas redes com um bom desempenho nos PDV’s pode ser algo bacana? E lembre-se: clientes felizes compram mais, voltam a comprar e falam bem de você ou da sua marca, influenciando positivamente as pessoas a consumirem também.

Os PDV’s se beneficiam do conteúdo criativo produzido na internet

É fundamental falar um pouco de como a criatividade pode ajudar a alavancar as vendas e como podemos mesclar ações de PDV com as redes sociais.

 

Você com certeza já reparou o volume de redes sociais e aplicativos que podemos utilizar, não é mesmo? Pois é, mas é preciso utilizá-las com inteligência, bom humor e criatividade!

É comum ver algumas marcas pensando o online e off-line separadamente, o que é um erro – na maioria das vezes. Por que não fazer um live no Facebook, por exemplo, com uma blogueira renomada para vender calçados?  Isso no PDV mesmo!  Ou explorar mais o Snapchat, ou, agora, o novo Instagram Stories para mostrar de forma divertida os produtos de loja e até promoções? As opções são ilimitadas!

 

Ah! Importante pontuar que é impressionante ainda vermos marcas se contentando em fazer (o feijão com arroz) postagem de ‘bom dia’. Afinal, existem tantas ferramentas que podem ser exploradas, como dito acima. Existem tantos criativos que podem ajudar nesse processo e existe um mundo de pessoas querendo comprar… Gente, vamos aproveitar isso melhor? Vamos repensar nossas ações (on e off) de forma integrada, a fim de maximizar os resultados? Temos um acordo?! 🙂

O “data analytics” das redes sociais dá suporte aos PDV’s

 

Que tal, então, fazermos um exercício de reflexão? Abaixo listo algumas perguntas que, se respondidas honestamente, podem nos ajudar a entender seu ‘posicionamento’ no PDV e até traçar alguns possíveis diagnósticos. Vamos lá?

1)   Sua loja está bem localizada?

2)   Os produtos estão distribuídos da forma atraente?

3)   Existe uma preocupação com a altura em que os produtos estão expostos?

4)   As informações de preço e parcelamento estão fáceis de ler e achar?

5)   Seus funcionários são treinados para atender o cliente da melhor forma?

6)   Existe suporte ao cliente em caso de um possível problema?

Respondido?

Bom, então você irá notar que poucas das perguntas necessitam realmente um grau de formação elevado/especializado e podem, inclusive, serem feitas em formato de enquete, no Facebook mesmo. Apenas as questões #2 e #3 eu diria que para se sair bem nelas, o ideal seria contar com uma equipe qualificada de trade marketing e merchandising.

Mas, voltando para as questões mais amplas, aí vai mais outra sugestão: além de coletar dados e informações pelas enquetes, se colocar no lugar do cliente é muito importante. Esse é, sem dúvidas, um exercício muito inteligente. Como você espera encontrar as informações dos produtos que consome? Em caso de um eventual problema, de qual maneira gostaria de ser tratado a fim de solucioná-lo? Quanto está disposto a se locomover para consumir determinado produto? De que forma aprecia ser recepcionado durante o momento da sua compra? Sabe aquele ditado ‘só faça com os outros o que você gostaria que fizessem com você’? Pronto. É bem por aí…

Por fim, e para ilustrar o que acabou de ser dito acima, acho válido gastar dois minutinhos do seu dia para assistir o vídeo abaixo do Reclame Aqui, onde gestores são postos, ainda que sem saber e contra sua vontade, a experimentar do ‘próprio veneno’. Certamente estes não responderam honestamente às perguntas que vimos anteriormente ou não se colocaram no lugar de seus consumidores (façamos uma análise inocente: não fiscalizaram corretamente seus subordinados). Confira:

E você, o que acha sobre o uso das redes sociais para potencializar as vendas no PDV? Também acredita que as empresas podem alcançar melhores resultados se apropriando desses recursos? Deixe aí o seu comentário! 🙂