As duas organizações têm uma série de processos semelhantes, temos que ver a comparação para tirar lições importantes para ambas.

O processo

Uma startup passa por um processo criativo onde se aprende e descobre, imagina, cria protótipos, testes e, em seguida, tem de ter um ciclo de feedback muito rápido para constantemente corrigir seu produto ou serviço. A campanha política passa por movimentos semelhantes.

As campanhas modernas são semelhantes às aventuras de negócios em que você  começa com nada além de uma ideia ou produto (nesse caso, um candidato). Ele, então, deve envolver os usuários (escalando engajamento a partir da web) para ter uma chance de tornar um projeto realidade. A esse respeito, em ambos os mundos, a web é essencial. Por isso que uma campanha política moderna é como uma startup.

O digital

A internet é essencial para o sucesso de ambos. Em muitos casos, o negócio inteiro de arranque está na web. Coisas que antes eram estritamente off-line (arrecadação de fundos, contactar o eleitor, entre outras ações) estão agora on-line e compreendem uma parte crucial de uma campanha.

Desde a política que, pela própria natureza é inerentemente social, o advento do social digital tem sido uma parte importante dessa transformação, e está mudando modos de pensar e práticas antigas na cabeça de cada um todos os dias.

Da mesma forma, que a web social tem sido explosiva para startups, também tem sido do mesmo modo para as campanhas políticas. E foram as campanhas, e não as startups, as pioneiras em muitas técnicas de marketing na web e de aquisição de dados, que são agora padrão em toda a indústria de comunicação digital.

Com cultura semelhante, as coisas devem mover-se rapidamente (embora muitas vezes não isso não acontece, o que se reflete no resultado final), e os funcionários quase sempre assumem papéis multi-funcionais devido a um tamanho limitado de equipe.

Nos Estados Unidos, nas campanhas políticas modernas, as pessoas, muitas vezes, se referem aos profissionais que respondem pelo digital como “os caras de inicialização,” já os veteranos de campanha, são muitas vezes referidos como “os caras de campanha”. Cada startup procura por uma saída e os candidatos não são diferentes.

Às vezes, existem os candidatos “pivot” que concorrem para escritórios menores; outras vezes, eles conseguem candidaturas de seu partido, o que lhes dá direito a um universo de recursos que eles nunca tiveram antes. Isso é muito semelhante a um arranque de pequenos negócios digitais. Essas semelhanças trazem lições sobre como construir uma empresa – ou, como conquistar um cargo pela via eleitoral.

O aprendizado

Você tem de pensar que sua campanha vai fazer história, usando tecnologia on-line para renovar a política na sua cidade, vencendo o primeiro desafio interno de usar a tecnologia das novas comunicações. Tal como as empresas de mídia social quentes podem atingir, rapidamente, valorizações multibilionárias no mercado de capitais, uma grande campanha política pode chegar com muita velocidade a um nível equivalente na aceitação popular, concretizado na urna eleitoral.

As campanhas políticas estão sempre questionando. Por tudo isso é que um candidato com visão política necessita de uma equipe de alto funcionamento, construída a partir do zero, em muito pouco tempo. Ele começa com um gerente de campanha perfil de estrategista político, como um líder de uma empresa complicada, que tem pouco tempo para evoluir.

Start-ups e campanhas são ambas impulsionadas por pessoas com desejo idealista de mudar o mundo, juntamente com menos nobres objetivos de atingir uma grande fortuna ou poder.

“Muitas start-ups são semelhantes a campanhas”, disse David Plouffe, gerente da campanha de Barack Obama 2008, que agora é o principal conselheiro na empresa Uber de transporte que assombra com o seu rápido crescimento. “As decisões precisam ser feitas, e há novos desafios a cada dia, ao mesmo tempo que você está tentando contratar um monte de gente e escalar uma organização.”

E aí? deixe seu comentário para enriquecer o debate. Digaí!!! 

Um grande abraço e até breve!