O Marketing de Conteúdo tem sido o queridinho das empresas que estão começando na internet. Isso envolve estar no Facebook desejando boa semana a todos, mostrar fotos dos novos produtos ou serviços no Instagram, manter um blog com as novidades da semana e por aí vai.

 

Acontece que algumas dessas empresas já estão frustradas com seu investimento em conteúdo na internet. É que o ROI – retorno sobre o investimento – parece estar sempre abaixo das expectativas. O que pode estar acontecendo? O que elas estão fazendo de errado? Por que o investimento em conteúdo na internet não tem sido bom o suficiente para muitas dessas empresas?

 

 

 

 

1.      Conteúdo é meio ou é fim?

 

Essa pergunta é um divisor de águas. Se você tem uma empresa, pode testar quem gerencia seu conteúdo na internet perguntando isso a ele. Se você oferece esse serviço, cuidado para não errar!

 

Conteúdo é sempre um meio para atingir um fim (não se esqueça de que estamos falando das empresas que investem em conteúdo na internet). A produção de conteúdo deve sempre se encaixar em uma estratégia que visa atingir algum objetivo (o fim). Esse objetivo pode ser determinado pelo empresário ou pelo responsável do marketing da empresa, e pode ser dos mais diversos.

 

São exemplos de objetivos que podem utilizar o conteúdo como meio: tornar a empresa mais conhecida (aumentar o share of mind), realizar promoção na internet, divulgar uma linha de produtos, aumentar as vendas em um determinado período, captar leads e muitos outros. Conteúdo é uma das maneiras possíveis de trabalhar com o público para atingir qualquer um desses objetivos.

 
Diferenciado o que é meio do que é fim numa estratégia de conteúdo, passamos a mais um ponto problemático nessa estratégia.
 

 

2.      Como definir uma estratégia de conteúdo?

 

Ok, o conteúdo só existe para atingir algum objetivo que você traçou. Mas, como traçar esse objetivo? O que você precisará considerar? Como o conteúdo estará relacionado a ele? Como você já deve imaginar, tudo isso deve começar com um planejamento, para definir qual será o objetivo a ser atingido e outros detalhes não menos importantes, como por exemplo:

 

  • Quanto tempo estipular para atingir o objetivo?
  • Quanta verba investir?
  • Quem ficará responsável?
  • Que canais usar?
  • Que tema criativo apresentar?
  • Para que público orientar a campanha?
  • Você pode ler mais sobre objetivos de comunicação clicando aqui.

     

    É através do planejamento que você responderá as principais perguntas sobre como elaborar um conteúdo que traga resultados. Ele deve reunir todas as informações necessárias para orientar a produção do conteúdo e definir como ele levará à obtenção do objetivo. Não fui clara?

     

     

    3.      Como saber se o conteúdo levará ao objetivo final?

     

    O que você observa? Número de likes? De compartilhamentos? De seguidores? Sim, tudo isso está errado. 🙂

     

    Se você entendeu que conteúdo é um meio para atingir um fim, está diante da resposta. Um bom conteúdo para uma empresa que está investindo em internet é aquele que atinge o fim proposto. Só isso. Em marketing, nós chamamos esse fim de objetivo. E para atingir o objetivo, nós traçamos ações e metas (esses serão dois pontos do seu planejamento).
     

    O ideal é pensar por que sua empresa está investindo em redes sociais. “Meu objetivo é atrair mais visitantes para meu e-commerce e aumentar minhas vendas”. Muito bem! Esse é um exemplo de objetivo. Agora, como você os atrairá? Criando jogos? Propondo testes? Produzindo infográficos? Divulgando vídeos ensinando como comprar com mais segurança? Estes são exemplos de ações na internet, que estão no limite da sua imaginação.

     

     

     

    Agora, basta pensar em números. Quantas pessoas você quer atrair para seu e-commerce? Em quanto tempo? Quantas devem realizar compras? Qual o percentual de aumento? Estes são exemplos de metas.

     

     

    4.      Por fim, como medir os resultados?

     

    Já que você planejou e definiu um objetivo para atingir, ficará mais fácil mensurar se sua estratégia foi bem sucedida ou não. Existem diversas métricas que você pode utilizar para verificar se atingiu as suas metas, e você pode conhecer a lista com as principais delas clicando aqui. Lembre-se de que os números que você vai observar são exatamente aqueles relacionados às metas que você definiu no planejamento.

     

    Se você definiu aumentar as vendas do seu e-commerce, como no nosso exemplo, as métricas que você vai observar são aquelas relativas às vendas. O número ficou além da sua expectativa? Ótimo, quer dizer que você acertou em cheio! Mas se não, você pode examinar as outras métricas envolvidas. Uma delas vai revelar aonde está erro, e, dessa forma, ficará mais fácil de melhorar e acertar numa próxima.

     

     

     

     

    5. Suficiente para o quê?

     

    Uma estratégia de conteúdo, quando aplicada com planejamento e metas bem definidas, tem tudo para ser um sucesso e trazer bastantes benefícios para o seu negócio. A questão é que conteúdo sozinho não faz milagres – e é justamente isso o que muitas pessoas estão fazendo por aí e esperando que funcione! É por isso que elas não entendem porque seu conteúdo nunca é bom o suficiente.

     
    Suficiente para o quê? Essa é a questão. É nela que você está se concentrando?<