O Rock In Rio é um evento ímpar no calendário de entretenimento brasileiro, e as marcas patrocinadoras sabem bem disso. Por isso, além de ações e espaços dedicados aos visitantes da cidade do rock, a maioria delas decidiu apostar também em mídias digitais para extrapolar o alcance da experiência provocada no evento. Confira aqui o que fizeram as maiores empresas patrocinadoras do Rock in Rio 2015 e como as grandes redes sociais foram aproveitadas durante o evento para promover as marcas nesta edição.

 

 

PEPSI

 

A patrocinadora Pepsi aplicou sua campanha “Pode ser Épico” em todas as ações direcionadas ao festival. Com relação às redes sociais, foi criada a hashtag #PodeSerÉpico, com a qual os usuários puderam fazer suas próprias recomendações de shows, flashes do evento e comentários sobre a cobertura. Qualquer um poderia usar, dentro ou fora do evento, para comentar sobre ele. Uma compilação aparecia no hotsite criado para a Pepsi no Rock in Rio, convidando os visitantes a utilizarem a hashtag.

 

Além disso, a Batalha de Bandas, mostra competitiva para escolher uma banda para se integrar à programação do Festival, aconteceu através da plataforma digital Pleimo, que conecta bandas e fãs de música do mundo inteiro. As votações aconteceram de maneira on-line e contaram com mais de 1,5 milhão de votos.

 

 

pepsi-rir

Hotsite Pepsi Rock in Rio

 

 

Talvez você concorde comigo: “não foi essa Coca Cola toda…”

 

 

OI

 

A Oi aplicou seu lema de “simples assim”, e apostou no que simplesmente sabe fazer: telefonia e internet. Para esta edição, a empresa dobrou a capacidade de internet oferecida, comparada à edição passada, que na época gerou um volume total de dados de 2,98 Terabytes. Esse valor foi ultrapassado apenas no primeiro final de semana dessa edição, quando foram atingidos 3,71 Terabytes de dados.

 

A internet era para utilizar o aplicativo oficial do Rock in Rio 2015, oferecido pela Oi, no qual era possível ter acesso a todas as informações do festival, organizar sua própria programação, compartilhar fotos e ficar por dentro de tudo o que acontecia durante os sete dias do evento.

 

 

oi-rir

Reprodução/Barbara Mannara

 

 

De fácil integração com as redes sociais, o app possuía a função “câmera”, com opção de aplicação de filtros exclusivos. Em poucos passos, era possível publicar sua foto nas redes sociais e compartilhar com os amigos cada momento que você passou no festival. Simples e bem aplicado.

 

 

HEINEKEN

 

Para mim, a Heineken fez a melhor ação para quem ficou de fora dessa edição. Utilizando a hashtag #heinekenplay, o expectador que estivesse acompanhando a transmissão dos principais shows pela TV ou internet, também poderia fazer o seu pedido de música para a banda, ao vivo. As faixas mais pedidas pelos fãs no Twitter foram projetadas em telões durante os shows, como um pedido para as bandas. Essa foi a maior interatividade saboreada por quem ficou de fora, que pôde sentir um gostinho da experiência de contribuir para o Festival.

 

 

ROCK IN RIO NAS REDES SOCIAIS

 

É claro que a organização do Rock in Rio teve suas próprias ações nas redes sociais.

 

Twitter

 

Uma parceria com o Twitter permitiu que todas as menções utilizando a hashtag #RockinRio aparecessem com o emoji especial da guitarra-ícone do evento.

 

 

twitter-rir

 

 

(#fofa!)

 

Além disso, ao buscar a #RockinRio no Twitter, durante os dias de festival, os usuários visualizaram selfies exclusivas dos artistas no backstage e conteúdos inéditos no Twitter Mirror.

 

Facebook

 

O Facebook exibiu uma série de Lives na conta oficial do evento, e ainda promoveu o Desafio do Minuto, no qual os artistas tinham um minuto para responder, em vídeo, perguntas sobre música, carreira e Rock in Rio.

 

 

Foi produzido muito conteúdo exclusivo para a fanpage oficial, inclusive informações em primeira mão, como a lineup dos shows e fotos dos bastidores.

 

Instagram

 

A ação exclusiva para o Instagram no Rock in Rio foi a Sala do Infinito. Em uma sala repleta de espelhos, simbolizando os muitos festivais que ainda virão, os convidados puderam tirar fotos para serem postadas direto no Instagram oficial do @rockinrio. Celebridades como Lulu Santos, Ivete Sangalo, George Sheppard e os integrantes do Slipknot deixaram seu registro lá.

 

 

instagram-rir

 

 

Vine

 

A plataforma não ficou de fora e foi alimentada por diversos vines do Festival. Na página do Rock in Rio, foi possível acompanhar o conteúdo produzido pelos participantes para esta rede e transmitiu bem a sensação de ser um dos participantes do festival.

 

Será que dava para aproveitar mais da interatividade e das redes sociais? Eu acho que sim, mas deu para ficar satisfeita com algumas boas intenções. E você, o que você achou dessa utilização do online? Surpreendente ou também esperava mais?