Definir a linha criativa em uma campanha de marketing digital, principalmente quando focamos em marketing nas mídias sociais, é um passo fundamental do planejamento para iniciar a criação de peças, anúncios e outras ações da campanha.

 

 

oreo-linha-criativa

É biscoito ou bolacha?

 

 

Para entender melhor, você acha que os grandes cases de sucesso nas mídias sociais, como a Prefeitura de Curitiba, Ponto Frio, Oreo e Netflix, não decidiram, em algum momento, a abordagem e o estilo de comunicação das postagens que você adora compartilhar?

 

 

Netflix e a linha criativa mais linda de todas <3

Netflix e a linha criativa mais linda de todas <3

 

 

O que é uma linha criativa?

 

Humor, seriedade, “zuera”… linhas criativas são ferramentas para iniciar o processo criativo de alguma campanha. É uma definição bem ampla, por isso pode ser adaptada a qualquer categoria de produto, serviço, organização etc.

 

Um dos maiores exemplos de linha criativa baseada no humor ou, até mesmo, na ‘zuera’ é a página da Prefeitura de Curitiba, que já foi tema de uma postagem aqui do Digaí. Quem nunca curtiu uma postagem com capivaras, desenhos da Hora da Aventura ou uma postagem com a sua música favorita?

 

Para quem ainda não entendeu, linhas criativas definem se a sua atuação será humorística, informativa, humanitária, irônica, nonsense, lúdica… mas tudo isso com base em algo muito importante: público-alvo.

 

 

Como eu escolho a minha linha criativa?

 

Durante o planejamento nós conhecemos o nosso público-alvo e posicionamento digital. Conhecer o público é saber dos gostos, interesses e hábitos de compra do consumidor, além de, principalmente, prever a reação deles frente ao seu posicionamento.

 

 

Case de Sucesso: O Pinguim continua conquistando o seu público.

Case de Sucesso: O Pinguim continua conquistando o seu público.

 

 

Antes de posicionar a sua marca na internet é preciso saber a maneira certa de fazer isso. A marca fala para os usuários assumindo uma posição de diálogo de incentivo a ser utilizada e tornar-se parte da vida deles.

 

Como já falei no post sobre isso, o posicionamento de marca digital é o ato de desenvolver a oferta e a imagem da empresa de forma que ocupem um lugar valorizado nas mentes dos consumidores, de acordo com Kotler.

 

 

O que devo levar em conta?

 

Ontem no Comunica Campos Gerais, evento de criatividade digital com várias palestras e painéis cheios de muito conteúdo, aqui em Ponta Grossa – PR, tive o prazer de ouvir as palavras de Marcos Giovanella, que participou da equipe de marketing da Prefeitura de Curitiba. Sabe o que eles levam em conta nas postagens da prefs?

 

 

Prefeitura de Curitiba e a linha criativa nas mídias sociais

Prefeitura de Curitiba e a linha criativa nas mídias sociais

 

 

A primeira, e mais divertida, é a questão do inusitado. O público-alvo da página tem uma grande receptividade a conteúdo que mistura assuntos sérios com memes, desenhos e capivaras com lasers. Apoio a causas e proximidade com o usuário são outros tópicos que a Prefs leva em conta, pois tem relação com seu público-alvo.

 

Antes de definir a linha criativa que você vai usar no planejamento de mídias sociais, lembre-se de conhecer os interesses e hábitos do seu público-alvo, verificar a aceitação do conteúdo que pretende postar nos perfis e decidir que assuntos serão mais importantes para eles. Dessa maneira, fica fácil unir sua linha criativa com objetivos de marketing e comunicação.

 

Digaí, qual é a linha criativa que você utiliza nos seus posts nas mídias sociais? Deixe seu comentário no post e acompanhe as minhas dicas sobre planejamento. Um grande abraço!