A facilidade de compra, opções infinitas de lojas e a comodidade de adquirir um produto a qualquer hora, sem sair de casa, tem feito o e-commerce ganhar cada vez mais espaço na vida dos consumidores.

 

Vou apresentar algumas dicas valiosas que não podem ser deixadas de fora na hora de criar o seu e-commerce. Essas dicas serão abordadas com base nos três principais motivos que impede um simples usuário da internet de se transformar em seu cliente, são eles: confiança, preço e divulgação.

 

 

Motivo Um: Confiança x Segurança

 

Confiança é um fator importante na hora da decisão da compra. Se o cliente não se sente seguro em uma loja, ele simplesmente sai sem comprar. Quantas vezes você já pesquisou na internet sobre alguma loja antes de comprar um produto? Ou até mesmo na hora de escolher uma faculdade? A forma mais simples de conseguir a confiança do seu cliente é deixar claro todas as informações da sua empresa.

 

1.1 Crie uma página no seu e-commerce contando toda a história da sua empresa, onde começou, quantas filiais já tem, sua missão e valores. Não esqueça de inserir fotos das lojas e o endereço de cada loja junto com o telefone. Se você não tem loja física, não tem problema, apenas apresente um pouco da história, missão e valores.

 

1.2 Deixe claro o CNPJ, o endereço da empresa e formas de contato (e-mail, chat, telefone, etc). A maioria das lojas virtuais deixam essas informações na parte de apresentação da empresa e no rodapé do site (parte inferior do site).

 

(O Extra deixa no rodapé do seu site informações como endereço, telefone, CNPJ, e-mail)

 

1.3 Insira link de redes sociais no site. Normalmente antes de fazer uma compra os clientes acessam as redes sociais para procurar sua loja e ver os comentários dos seus clientes. Também acessam o site Reclame Aqui, então certifique-se que sua empresa não tem nenhuma reclamação e caso tenha, trate de resolver.

 

Mesmo com todas as informações sobre a loja, o cliente precisa de um ambiente seguro para fazer suas compras. Esse ponto vai além do fator vendas, pois é responsabilidade da loja ter um ambiente seguro.

 

1.4 Invista em um bom certificado SSL, alguns custam barato, vale a pena você pesquisar na internet. Atualmente o mais usado entre as lojas online é o “Site Blindado”. Mostre ao cliente que seu site é seguro colocando uma logo do SSL no rodapé do site levando às informações do certificado.

 

 

 

(No rodapé da loja Submarino você pode encontrar o certificado SSL. Ao clicar na logo do SSL as informações sobre a segurança do site são exibidas)

 

1.5 Se você está começando agora, pode também contratar os serviços de empresas de transações comerciais para comércio eletrônico, como Pagseguro ou PayPal, além de sair mais barato, são formas de pagamento conhecidas, isso pode influenciar positivamente nas vendas. O site do Extra, por exemplo, usa diversas formas de pagamento, inclusive o PayPal.

 

A minha recomendação é que compre um certificado SSL, para proteger informações pessoais do cliente e coloque o Paypal, o Pagseguro ou os dois, como formas de pagamento.

 

1.6 Outra forma de aumentar a confiança da sua loja, é cadastrando-se no e-bit. O e-bit é um site do grupo Buscapé que classifica as lojas virtuais dando “medalhas” de acordo com a avaliação dos consumidores.

 

(O site Walmart mostra em seu rodapé que é uma Loja Diamante pelo e-bit)

 

 

Motivo Dois: Preço

 

Vamos agora ao fator preço. É claro que o preço do produto têm vários fatores que influenciam, algumas pessoas preferem comprar produtos mais caros, por passar mais confiança ou proporcionar prazer, mas tente adequar o preço de acordo com seu mercado. Tente deixar o preço dos seus produtos de forma razoável e competitiva, não o deixando muito barato – pois isso pode causar desconfiança e nem muito caro. Veja agora algumas dicas que você pode fazer para impulsionar as vendas:

 

2.1 Crie ofertas exclusivas por e-mail para os cadastrados em sua lista.

 

2.2  Ofereça cupom desconto com prazo de utilização (normalmente são sete dias, contados a partir do momento que seu cliente recebe),  esse cupom pode ser enviado por e-mail para incentivar as vendas de um produto, marca ou departamento da loja; enviado por e-mail no dia do aniversário do cliente; em fóruns; ou nas redes sociais.

 

Exemplo: Parabéns você acaba de receber um cupom no valor de 20% na compra de qualquer produto da marca Nike;

Parabéns você acaba de receber um cupom no valor de 20% na compra de livros, CDs e DVDs;

Feliz Aniversário! Para comemorar esse dia tão especial estamos lhe dando um desconto de 10% em todo o site.

 

2.3 Crie promoções do tipo: pague 1 leve 2, desconto progressivo, frete grátis, montagem grátis, desconto de R$xx nas compras acima de R$xx, etc.

 

(Site da Saraiva com desconto progressivo no departamento de games)

 

 

2.4 Aproveite as datas sazonais para criar campanhas (dia das mães, dos pais, das crianças, páscoa, natal, réveillon, carnaval, volta às aulas, etc).

 

 

(Site do Extra pronto para o Dia das Mães)

 

* Antes de criar qualquer promoção que vai impactar no seu faturamento,  faça um planejamento, mesmo que seja básico, para evitar um ROI negativo.

 

 

Motivo Três: Divulgação

 

3.1 A propaganda é a alma do negócio. As pessoas não vão comprar o que não conhecem, mostre sua loja às pessoas, não tenha medo de anunciar na internet, tenha apenas cautela, conhecimento e um bom planejamento. Deixe parte do dinheiro para investir em publicidade.

 

Aqui no blog você encontrará artigos sobre como anunciar na internet e aproveitar as redes sociais para divulgar sua loja grátis ou pagando, não vou falar sobre anúncios nesse post para não ficar longo.

 

3.2 Outra forma de propagar seu negócio é fazer parcerias. Você pode fazer parceria com sites de compra coletiva para divulgar seu negócio e aumentar suas vendas, oferecendo um bom desconto em seus produtos. *Antes de fazer esse tipo de parceria faça um planejamento, mesmo que seja básico, para evitar um ROI negativo.

 

3.3 Pode fazer parceria com instituições financeiras, instituições de ensino, empresas, ONGs, etc, oferecendo um desconto exclusivo aos associados.

 

(A Saraiva oferece desconto de até 25% aos clientes do banco Itaú)

 

3.4 Programas de afiliados. Aqui uma porcentagem da venda vai para seus parceiros. Poderá criar uma plataforma própria de afiliados em seu site, talvez precise contratar um desenvolvedor para fazer isso ou pode contratar empresas para fazer o trabalho por você (Lomadee, Afilio, etc). Exemplo: Você vende meus livros e ganha uma comissão de 20%.

 

 

Para concluir, tenho certeza que se você colocar em prática todas essas dicas e buscar mais conhecimento seu e-commerce não só vai decolar nas vendas, como também, vai conseguir novos clientes fieis e quem sabe, chegar ao topo das grandes lojas virtuais. Espero que tenham gostado do artigo, boa sorte na jornada e até a próxima.