Mais de mil pessoas se reúnem nesta quinta (5) e sexta (6) em João Pessoa, Paraíba, para a edição 2013 da Conferência Internacional Brasil-Canadá 3.0. Pelo segundo ano consecutivo o evento põe em discussão os desafios do futuro digital do Brasil, com o engajamento de estudantes, pesquisadores, empreendedores e gestores públicos.

 

Foto divulgação da Conferência Brasil-Canadá 3.0 edição 2013

 

 

A proposta da Brasil-Canadá 3.0 nasce a partir do ‘Plano de Ação conjunta Brasil−Canadá na área de TIC’, num trabalho de integração coordenado pelos governos brasileiro e canadense. A conferência é inspirada no modelo da Conferência Canadá 3.0, que coloca em debate anualmente as perspectivas da economia digital e as mídias digitais e seus impactos na sociedade.

 

Num único evento o desafio é promover o diálogo entre setores fundamentais da nossa sociedade, no que diz respeito ao desenvolvimento do setor digital: a indústria de tecnologias da informação e da comunicação, a academia e as gestões públicas (Federal, Estadual e Municipal).

 

Ministro das Comunicações Paulo Bernardo estará presente na abertura da Brasil-Canadá 3.0 edição 2013

 

Em 2012 tive a oportunidade de participar da primeira edição da Brasil-Canadá 3.0. Naquele dezembro o foco das discussões foi sensibilizar os três segmentos para o diálogo em busca de ações articuladas que gerassem o fomento de projetos voltados para o desenvolvimento do mercado digital brasileiro a partir da troca de experiências com pesquisadores e empreendedores brasileiros e canadenses.

 

Público na 1ª edição da Brasil-Canadá 3.0 em 2012

 

Tantos debates, mesas-redondas, bate-papos e networking renderam a produção de um relatório final da Conferência 2012, que entre outros objetivos também ajudou a definir o tema central da edição deste ano: ‘Processos Criativos na Indústria da Convergência: Oportunidades e desafios para produção de conteúdo digital’.

 

Bate-papo com jovens empreendedores de Startups na edição 2012 da Brasil-Canadá 3.0

 

 

Hot Topics da Brasil-Canadá 3.0

 

Na programação da Brasil-Canadá 3.0 estão palestras, oficinas, concursos de startups e exposições de empresas do segmento de conteúdos digitais. Diante da configuração do mercado de trabalho digital e com cada vez mais espaço para os  empreendedores, a conferência traz como ‘hot topics’ os seguintes temas: Interfaces Tangíveis; Indústria Criativa; Social Media; Dispositivos de Interação; Big data – Preservação e Segurança; Acessibilidade; Arte e Tecnologia.

 

No site do evento, a coordenação da Conferência explica que “os processos criativos são importantes atuadores na indústria da convergência digital, pois potencializam seu uso através da inovação. Dessa forma, a produção de conteúdo digital impulsiona o surgimento de novas oportunidades de negócio que emergem da intersecção das áreas de comunicação, computação e artes”. ( www.br30.org.br )

 

Para quem já está de malas prontas para João Pessoa, as expectativas são de dois dias recheados por muito networking, troca de experiências acadêmicas e de mercado, além de muito aprendizado. “O que mais me empolga em participar do evento, além de fazer networking com pessoas de vários Estados, é entender melhor uma das minhas frases favoritas que a Martha Gabriel cita em suas palestras: ‘O homem cria as ferramentas e, subsequentemente, as ferramentas recriam o homem’”, afirma o estudante de Publicidade e Propaganda da UFRN, Caio César.

 

Para Hugo Azevedo, administrador, pós-graduando em Mídias Sociais e graduando em Jornalismo pela UFRN, “vivemos na era da convergência das mídias, onde as organizações dos mais diversos tipos estão interessadas em desenvolver estratégias a fim de reter seu público nas mais diversas plataformas, seja no ambiente digital ou no offline”. Hugo acredita que a Conferência BR 3.0 nos ajudará a compreender o nosso atual cenário, bem como, nos mostrar a oferta de produtos e serviços que as empresas e as pessoas estão desenvolvendo na área digital.

 

A Brasil-Canadá 3.0 será realizada no Centro de Convenções Ronaldo Cunha Lima. De acordo com a Associação Nacional para Inclusão Digital (Anid), a abertura das atividades contará com a participação do Ministro das Comunicações, Paulo Bernardo.

 

Nesta quinta também sigo para João Pessoa! Em breve compartilho aqui no Digaí as novidades desta edição do evento! #VamosQVamos