Onde você espera ver uma estátua de uma criança negra com os pés acorrentados segurando uma enorme cesta de pães? Em lugar nenhum, eu diria. Mas é o que se via, pelo menos até hoje, em uma unidade do Pão de Açúcar no bairro da Vila Romana em São Paulo. Isso lhe causaria algum tipo de indignação? Pois é, comigo também. E foi o que aconteceu com muita gente.

 

paodeacucar

 

No último dia 19 a página no Facebook do Site Mundo Negro publicou um foto desta estátua acusando o Pão de Açúcar de ofender a comunidade negra e elencando uma série de motivos para não gostar da imagem, entre eles de fazer apologia ao trabalho infantil e remeter à escravidão. O post já conta com quase 4 mil compartilhamentos, quase 500 curtições e mais de 300 comentários. É assunto em vários portais como Folha de São Paulo, Exame, Diário de Pernambuco, O Globo, Yahoo entre outros. Diante de tanta repercussão o Pão de Açúcar não tardou em se explicar.

 

Em nota oficial afirmou que “a estátua foi adquirida como parte de uma coleção de peças decorativas de loja, sem intenção ou apologia a qualquer tipo de discriminação”. Completou ainda que assim que tomou ciência do caso a estátua foi retirada e o processo de seleção de peças decorativas está sendo revisto. Mas foi uma grande mancada da empresa e resta agora ficar atento para ver o que a equipe de Social Mídia do Pão de Açúcar vai fazer para contornar essa crise. E você o que achou?