Há pouco menos de um mês falamos aqui sobre as intenções do Facebook em lançar as já famosas hashtags em sua plataforma. Durante algum tempo ouvimos coisas do tipo: “nossa, vai ficar muito poluído” ou “vai ser um samba do crioulo doido” e ainda “#QueroVerNaCopa” (ok, ok, essa eu inventei agora). Brincadeiras a parte, a rede social de Mark Zuckerberg anunciou que, a partir de hoje, as hashtags estarão disponíveis para cerca de 20% dos usuários da rede e que dentro de algumas semanas estarão disponíveis para todos.

 

Nos últimos meses temos notado grande preocupação por parte da equipe do Facebook em melhorar suas ferramentas de publicidade. Já falamos das mudanças nos anúncios (aqui) e você pode se perguntar: “mas o que as inofensivas hashtags tem a ver com isso?” e te respondo: Tudo!

 

Assim como no Twitter e Instagram, conseguimos filtrar assuntos discutidos na rede apenas com o uso do símbolo númerico “#” logo à frente da palavra-chave, já vimos também inúmeros cases que utilizaram essa estratégia e, sabendo o quão grande é o Facebook, podemos ter ideia de como isso irá alavancar a penetração das marcas junto aos targets. Para ver o que está sendo falado sobre determinado assunto, basta digitar na barra de pesquisa hashtag desejada. Em seu blog, o Facebook deu como exemplo o uso da hashtag #NBAFinals, conforme demonstrado na figura abaixo.

 

Hashtag NBAFinals

 

Além disso, podemos ainda clicar em hashtags originadas em outras plataformas, como o Instagram, por exemplo, compor posts diretamente do feed de hashtags e resultados de buscas. O Greg Lindley, autor da publicação sobre a nova função no blog do Facebook, afirmou que podemos esperar o “trending topics” na rede social e insights mais profundos para ajudar as pessoas a descobrirem tudo o que é falado no seu país de origem e no mundo. Enquanto não está disponível para nós aqui no Brasil, nos resta esperar ansiosos pela nova funcionalidade.