A primeira etapa do 15º Encontro Locaweb de Profissionais de Internet teve lugar na última quinta-feira, 04 de Abril, em Recife, no Mar Hotel. O evento reuniu centenas de participantes, dentre eles estudantes, profissionais de internet , empresas e empreendedores digitais.

O evento foi disposto em duas salas, sendo uma principal, com palestras abordando temas como SEO, empreendedorismo e tendências, e outra sala alternativa também com palestras que envolveram os temas: layout, campanhas online, mensuração de resultados em mídias digitais e educação no século XXI.

 

Na sala Locaweb

 

O diretor de marketing da Locaweb, Fernando Cirne, abriu o evento apresentando a Locaweb e seus serviços e quando questionado por um participante sobre a falta de unidades físicas da empresa no nordeste, afirma que reconhece a deficiência e pensa em colocar uma unidade, muito provavelmente, em Recife até o final do ano.

 

Fernando Cirne

 

 

 

O consultor de SEO e cofundador da MestreSEO, Fábio Ricotta apresentou dados do mercado de SEO, ferramentas úteis e deu muitas dicas importantes para os profissionais digitais.

 

Diego Eis

 

 

O criador do site Tableless.com.br, Diego Eis, deu dezenas de dicas a partir de experiências próprias e de amigos na área de desenvolvimento web. Essas dicas podem ser levadas em conta para qualquer ramo de atuação.

 

 

Mirulo Gum

 

 

 

Como profissional de humor, o que se esperava da palestra de Murilo Gun seria uma apresentação cativante e bem engraçada.  Pois ele apresentou onze princípios que devem ser seguidos que aprendeu com seus fracassos e sucessos na vida, mas de forma alinhada à profissional, arrancando gargalhadas e aplausos do público, como era de se esperar.

 

Silvio Meira

 

 

 

 

O professor de engenharia de software da UFPE e cientista chefe do CESAR, Silvio Meira, apresentou verdades do empreendedorismo atual e deu dicas importantes como mensurar, contribuir para o todo e haver bom casamento entre o desenvolvimento e operações nas organizações.

 

 

Luli Radfahrer

 

 

Ao final, o professor-doutor da Escola de Comunicações e Artes da USP, Luli Radfahrer, falou sobre computação em nuvem e a internet das coisas. Apontou tendências para 2013, tais como: “comeca-se a criar aplicativos para tudo” – afirmando que esta é uma realidade atual na qual serão criados aplicativos para dispositivos móveis que atendam todas as necessidades das pessoas; “Computação vestível” é a tendência em que iremos vestir tecnologia como o caso do google glass; também uma evolução do M-commerce e do crime cibernético.

O evento prossegue para mais uma etapa, em Belo Horizonte, dia 25 de Abril. Passará depois em Curitiba, Porto Alegre, Rio de Janeiro e São Paulo, conforme o site do evento.