De acordo com um estudo da Adgoclick, 56% dos internautas compram moda online, e 79% dos que compram em uma loja física relatam haver comprado online anteriormente.

O modelo “Brick & Click”, ou omnicanalidade, que é a tendência de combinar a venda física com a venda em lojas online, está ganhando cada vez mais presença no setor da moda e tornou-se um requisito quase essencial para as lojas e marcas.

Segundo um estudo da Adgoclick, uma plataforma automatizada de marketing online para PMEs (Pequenas e Médias Empresas), 56% dos internautas compram moda online.

Entre os que preferem fazer compras na loja física, 79% buscam informação online antes da compra. A partir destes dados pode-se deduzir que o cliente atual é omnicanal, razão pela qual essa estratégia também deve ser adotada pela loja visando maior aproximação com esse público.

Por esta razão, a Adgoclick aposta em tornar este caminho mais fácil para as PMEs, através de uma ferramenta que automatiza a criação de campanhas digitais.

omnicanal seu negócio segue a tendência

Omnicanalidade: a importância no mercado atual

Para estudar o panorama da omnicanalidade na venda de produtos a varejo, a plataforma lança também um estudo, desenvolvido junto a 4.200 consumidores, que revela o valor das lojas em termos de estratégia omnicanal.

A plataforma de marketing online também analisa os fatores que fazem com que as PMEs se destaquem neste sentido e fornece conselhos sobre como começar a aplicar o modelo omnicanal.

As melhores lojas de moda omnicanal a nível mundial

Na Espanha, um estudo foi realizado através de uma pesquisa online, no qual 4.200 consumidores escolheram as marcas que mais valorizam de uma lista de 120 lojas omnicanal.

Os varejistas tinham de cumprir, pelo menos, os seguintes requisitos: ter vendas offline e online, considerar possibilidades de compra omnicanal como Click & Collect, realizar campanhas de marketing integradas e ter uma presença consolidada nas redes sociais.

A loja Zara foi a melhor classificada pelos consumidores em termos da sua estratégia omnicanal, seguida de outras grandes marcas espanholas como El Corte Inglés, Adolfo Domínguez, Desigual e Massimo Dutti.

Todas elas são lojas de referência que já tiveram um enorme sucesso no modelo de negócio tradicional e foram também pioneiras na sua transformação digital.

Além do mais, são empresas que investigam áreas como a inteligência de localização, que detecta quando um cliente entra numa loja para ajudá-lo a localizar produtos ou receber ofertas específicas, e dispõem de um sistema de expedição à escala mundial para que possa levar os seus artigos em apenas 3 dias.

No Brasil, muitas lojas já seguem essa mesma trajetória, que já é tendência mundial.

omnicanal-seu-negócio-segue-a-tendência-estratégia

Estratégias para a omnicanalidade nas PMEs

Para as PMEs, o caminho para a omnicanalidade pode ser mais simples. Estas são as estratégias que devem ser consideradas:

1 – Criação de um comércio electrônico

Certos aspectos devem ser levados em conta antes da venda online, como a disponibilidade de produtos ou o desenvolvimento de um sistema logístico eficaz.

Hoje existem muitas fórmulas que tornam as vendas online uma possibilidade real para as empresas que há 10 anos não podiam sequer considerá-lo.

O dropshipping, por exemplo, permite que os varejistas comprem produtos de marcas, uma vez que o cliente final os tenha comprado. Isso evita custos de armazenamento e riscos como excesso de estoque.

2 – Estratégias de marketing online

Tanto para vendas online como offline, campanhas através do canal digital são perfiladas como ferramentas realmente eficazes em termos de conversão.

Considerando que cerca de 31 milhões de consumidores espanhóis são informados online antes de comprar produtos, percebe-se como a publicidade na Internet pode ser muito rentável para as empresas tradicionais também.

3 – Fórmula “Click & Collect”

Implementar este tipo de fórmula pode ser uma boa forma de começar na omnicanalidade, o que pode ter um impacto direto nas vendas.

Por exemplo, reservar ou comprar produtos online e levá-los para a loja pode ajudar certos tipos de compradores a se decidirem.

De acordo com os resultados do estudo, 79% dos compradores buscam informação online e compram offline. A oferta de opção como recolher o pedido na loja, no caso das compras online, também pode encorajar os relutantes em recuar caso vejam despesas de devolução.

E a sua empresa? Já está inserida na omnicanalidade? O que espera para avançar?