A publicidade em vídeo já vem dando o que falar há algum tempo. Tendo maior incidência no ambiente mobile, esse formato tem sido o mais aceito pelos usuários dos mais diversos aplicativos existentes. Muitas previsões já indicam que é a estratégia deve continuar, mas antes de dar um palpite em relação a isso, vamos entender como funciona a publicidade mobile em vídeo.

O relatório “State of Mobile Video Advertising 2018”, produzido e divulgado pela Logan e a InMobi, analisou como alguns anunciantes têm usado a estratégia, como sendo a principal no ambiente mobile, nos últimos dois anos.

O estudo resultou em algumas previsões, sendo uma delas o fato de que, cada vez mais as pessoas não gostam de ser interrompidas por anúncios enquanto navegam. E esse é um dos motivos pelo qual os anunciantes optam por vídeos curtos como principal estratégia de publicidade in-app.

pessoa mexendo no iphone

Fonte: MariusMB

Publicidade mobile em vídeo resulta em maior taxa de conversão

Os vídeos geralmente tem sua duração entre 16 e 20 segundos. Segundo dados da pesquisa citada, esse é o máximo de tempo “aturável” pelos usuários, descoberta que contribui hoje para produções roteirizadas e, consequentemente, para melhores taxas de conversão de anúncios.

A princípio, essa restrição de tempo de anúncio em vídeo não foi muito bem vista, mas com os retornos, logo passou a ser. A pesquisa mostrou que vídeos com essa média de duração, além de assistidos do início ao fim, são mais facilmente fixados do que vídeos de um ou dois minutos, como muitos imaginam.

mulher olhando as redes sociais no celular

Fonte: Bruce Mars

Qual é o investimento em publicidade mobile em vídeo

O relatório “State of Mobile Video Advertising 2018” mostrou que, entre 2016 e o primeiro trimestre de 2018, as marcas aumentaram seus investimentos em publicidade em vídeo de 43% para 70%.

A expectativa é que esse número aumente ainda mais aqui no Brasil, assim como nos Estados Unidos. Durante esse mesmo período, os EUA registrou um crescimento de 75% em investimento em publicidade mobile em vídeo. A pesquisa revela, que muito em breve, o mundo alcançará os níveis do país.

E aí, amigo, você também prefere publicidade em vídeo?