O consumo de vídeo nas redes sociais apresenta crescimento constante, segundo dados internos divulgados pelo Facebook. Somente no Brasil, em dezembro do ano passado, o consumo de vídeos por dispositivo móveis cresceu 87% no Facebook. Os números indicam que, para este primeiro trimestre de 2018, apostar em vídeos pode ser uma boa opção para as marcas.

O estudo patrocinado pelo Facebook, contou com a participação total de 22 mil pessoas, com idades entre 18 e 24 anos que assistiram vídeos online na Austrália, Canadá, Alemanha, França, Indonésia, Índia, México, Tailândia, Estados Unidos e também no Brasil. Segundo a pesquisa, 42% das pessoas esperam ver mais vídeos online no próximo ano.

videos relacionamento consumidor 2018

Números do consumo

O número expressivo reforça os dados da Social Media Trends, que indicou que o Facebook é a principal rede utilizada por 97,6% das empresas. Os números divulgados diretamente do Facebook, indicam que por dia são assistidas 100 milhões de horas de vídeo. A eMarketer, em 2015, divulgou que 68% das pessoas que visualizaram vídeos via celular compartilharam o conteúdo online.

No Instagram, houve um crescimento de 80% no consumo de vídeos, se comparado ao ano anterior. Os dados da Pew Research Center, do mesmo ano, indicaram que 59% dos usuários da rede social de fotos estão na plataforma diariamente, incluindo 35% que visitam a plataforma várias vezes ao dia. O Instagram figura na segunda colocação como a mais utilizada pelas empresas, segundo a Social Media Trends.

videos relacionamento consumidor 2018 01

No que as pessoas estão interessadas?

Os dados internos do Facebook ainda apontam os interesses dos brasileiros para o primeiro trimestre do próximo ano. Foram elencados quatro tópicos no Instagram e no próprio Facebook. Segundo os dados, 40% das pessoas estão interessadas em passeios, 18% em festas, 12% nas viagens, e 12% em bebidas e comidas. No Instagram, 28% das pessoas estão interessadas em passeios, 23% em viagens, 13% em festas e 11% em bebidas e comidas.

Os dados também indicam que as principais categorias de lugares onde brasileiros fazem mais check-in são quando frequentam a praia, restaurantes e lugares onde estão fazendo alguma atividade de recreação, esportes ou de artes e entretenimento. Esses números expressivos refletem a importância das marcas para estarem atentas nas redes sociais, nas ações dos brasileiros nas plataformas e nos formatos dos conteúdos para aumentar a eficácia das campanhas.

E aí, amigo, você pretende investir mais em conteúdos de vídeos no próximo ano?