Embora muitas pessoas ainda duvidem, o e-mail marketing continua sendo uma excelente forma de relacionamento entre as empresas e o público. Além de impulsionar negócios e ser fundamental no aumento de vendas, essa estratégia de marketing oferece muitos benefícios. Entretanto, uma pesquisa recente apontou os desafios enfrentados por quem utiliza o e-mail marketing e quais são as melhores soluções para esses problemas.

Em um estudo desenvolvido pela Adobe intitulado de Relatório 2017 de Consumo de E-mail, foi constatado que embora as taxas de entrega e conversão dos e-mails sejam altas, a quantidade de abertura ainda deixa a desejar. De um modo geral, os consumidores esperam que os conteúdos sejam criativos e relevantes.

pesquisa desafios email marketing

Números do e-mail marketing

Segundo o relatório, o número de e-mails recebidos em 2016 foi 61% maior do que o de 2015, com a taxa média de conversão de 69%. A pesquisa também mostrou que o ROI dessa estratégia gira em torno de US$ 38,00. Ou seja, ela é excelente para empresas que não possuem alto poder de investimento.

Dos americanos que participaram da pesquisa, 58% revelaram preferir receber notícias e informações da sua marca favorita através de e-mails. Em dias úteis, por exemplo, o usuário passa em média 6,3 horas lendo e-mails, seja em casa ou no trabalho. Entretanto, nem tudo são flores para o e-mail marketing.

pesquisa desafios email marketing 01

Os desafios do e-mail marketing

Atualmente apenas 14% dos e-mails são de fato lidos. O americano é um dos públicos mais exigentes, pois 40% revelaram que desejam receber menos conteúdo nas suas caixas de entrada e outros 32% disseram preferir e-mails com conteúdos inovadores. Dos quase mil americanos entrevistados, 40% acreditam que as empresas devem focar mais em materiais informativos do que em promoções.

Todo benefício oferecido pelo e-mail marketing só vai ser percebido se todo processo for construído da maneira certa. Pouco mais de 25% dos entrevistados disseram que preferem receber conteúdos de acordo com seus interesses. Por isso, as empresas devem saber segmentar seu público para que as mensagens sejam enviadas para quem realmente quer recebê-las.

E aí, amigo, você utiliza o e-mail marketing na sua empresa?