Além de se preocupar em oferecer aos usuários funcionalidades atrativas e divertidas, o Facebook também se preocupa com a experiência do público na rede social. Após receber diversas reclamações e comentários de várias pessoas, a empresa anunciou novas medidas para a prevenção de assédio tanto no Facebook quanto no Messenger.

Segundo a própria organização, as medidas visam ajudar a construir uma comunidade mais segura e confiável para o usuários. Nos últimos anos foram relatados diversos problemas relacionados a assédio e ofensas na internet, principalmente direcionados ao público feminino e jornalistas.

facebook prevencao assedio

Novos recursos do Facebook

Segundo o Facebook, os novos recursos vão funcionar de forma antecipada, ajudando a reconhecer contatos, solicitações indesejadas e mensagens de alguém que já fora bloqueado. Muitas vezes um usuário impedido de mandar mensagem cria outra conta apenas para enviar uma notificação, mas agora o sistema da rede social vai prever essa ação e impossibilitar que ela ocorra.

A outra novidade é a possibilidade de ignorar uma conversa no Messenger sem a necessidade de bloquear o remetente, pois agora a mensagem será encaminhada automaticamente para a caixa de spam. Segundo a empresa, os novos recursos visam dar mais controle aos usuários sobre as suas relações na rede social.

facebook prevencao assedio 01

Trabalho com especialistas

A empresa revelou que muitas das suas ferramentas e demais procedimentos são elaborados por especialistas ou pessoas que já passaram por experiências reais. Entre outros projetos, eles desenvolveram recursos em parceria com a rede nacional para ajudar pessoas que sofreram algum tipo de violência doméstica.

A meta do Facebook é deixar o usuário ter o controle sobre suas relações e sobre as pessoas que podem ter acesso ao que é publicado. Entre as ações mais pontuais, a plataforma salientou a importência de auxiliar jornalistas que utilizam a rede social, pois constantemente esse profissional é alvo de ataques virtuais.

E aí, amigo, gostou das novas medidas do Facebook?