Especialização e networking são as principais maneiras de se destacar no Marketing Digital. É o que revela uma pesquisa sobre o futuro da área apresentada durante a Expo Fórum, em São Paulo, no mês passado. Mais de 700 profissionais atuantes na área de Marketing participaram do estudo inédito realizado pelo Digitalks em parceria com o Opinion Box.

Com uma margem de erro de 3,7 pontos percentuais e um nível de confiança de 95%, a pesquisa foi fruto de entrevistas com mulheres (51%) e homens (49%) de todas as regiões do país. A maioria dos profissionais é formado em Publicidade e Propaganda (37%). Dentre os demais, 21% são de Administração, 17% de Comunicação Social e 9% de Jornalismo. 44% do público geral concluiu uma pós-graduação.

Satisfação geral

O estudo mostra que mais da metade dos entrevistados estão satisfeitos com seus trabalhos (71%), assim como muitos estão otimistas em relação ao mercado este ano (55%). Mas, 92% têm esperança de que até 2020 os resultados serão ainda melhores.

Sobre a relação do trabalho com as novas tecnologias e ferramentas de marketing digital, 62% apontaram estar atualizados, 61% não temem serem substituídos por novas tecnologias, e 76% acreditam que a profissão não se extinguirá ao menos nos próximos 5 anos.

“Essa autoconfiança é interessante pela percepção do cruzamento ou substituição que envolve a tecnologia e o marketing.”, analisa Felipe Schepers, COO do Opinion Box.

“Por outro lado, 4 a cada 10 profissionais, mesmo se considerando atualizados, em alguns pontos não percebem a relação tão forte da tecnologia com o marketing. Isso soa como um alerta para que os mesmos não ‘finjam’ que nada temem quando, na prática, parte estão ficando ‘cegos’ em relação a alguns pontos da tecnologia – como por exemplo – as tecnologias artificialmente inteligentes farão alguns trabalhos que hoje estão nas mãos dos marqueteiros.”, completa Felipe.

Não obstante o otimismo da maioria, os profissionais de Marketing Digital revelam que os principais medos sobre o futuro da profissão são o desemprego, a tecnologia, a desvalorização e a desatualização.

Boas informações

Segundo Flávio Horta, CEO do Digitalks, essas informações são importantes para que o profissional de marketing digital esteja alinhado às novas exigências do mercado. O principal é estar em busca de especializações e trocas de experiências com outros profissionais do setor. Uma boa maneira de começar é “participar de cursos e eventos segmentados”. “Networking e conteúdo nunca são demais para uma boa formação.”, completa Horta.

Digitalks e Opinion Box

O Digitalks realiza mais de 50 atividades anualmente com o objetivo de preparar pessoas e empresas para a nova realidade digital. Desde 2009, realiza eventos em todo o Brasil disseminando conteúdo em portais de notícias, revistas e TV.

Seu parceiro na pesquisa, o Opinion Box, desenvolve soluções digitais inovadoras para pesquisas de mercado e coleta de dados primários. A empresa conta com um time de especialistas em pesquisa de mercado, que cuida de projetos personalizados e desenvolve variados contéudos voltados para auxiliar decisões tomadas com base em dados.

E aí, amigo, quais são as suas expectativas para o futuro do Marketing Digital? Comente conosco!