Na última semana o Uber lançou o seu primeiro comercial de televisão no Brasil, sendo a primeira campanha veiculada não só no país, como também na América Latina.

Embora seja conhecida em todo território nacional, a empresa percebeu a necessidade de falar de forma mais direta com seus clientes, sejam eles os usuários ou os próprios motoristas.

A propaganda vai ser integrada a outros anúncios que serão veiculados em breve, em mídias digitais, rádio, impresso e meios externos (outdoor, ponto de venda, entre outros).

Todo o conteúdo procurou mostrar os pontos positivos de utilizar os serviços de transporte, tanto para o motorista como para os usuários.

uber-propaganda-tv

Análise de público

Para desenvolver o material visual em conjunto com as outras mídias citadas acima, a empresa teve que analisar o seu público e identificar quais meios de comunicação eles utilizavam.

A linguagem foi adaptada para atender a cada necessidade específica, seja ela para o meio digital (Facebook e outras redes) ou offline, pois cada um requer formas diferentes de abordar o público.

Além de ampliar o investimento em campanhas publicitárias, o Uber também passou aplicar recursos financeiros como patrocinador, principalmente em equipes de futebol.

O Poder de alcance do Uber

Os gestores da organização começaram a perceber que muitos clientes estavam dispostos a pagar mais caro quando algo a mais fosse oferecido a eles. Foi aí que surgiu o UberBlack, carros sedãs um pouco maiores e com maior conforto. E para quem achava que carros exclusivos eram o ápice da exclusividade é porque não contava com a capacidade de análise de mercado do Uber.

Além de perceberem que muitos queriam carros mais privativos, a empresa trouxe para suas opções de oferta o transporte por helicóptero. Chamado de UberCopter, o usuário deve apenas ir ao site do AirBus e fazer um cadastro para que esteja autorizado a utilizar os serviços de aviação.

Outras duas ofertas são o UberPool e UberEats. Esses dois são mais recentes, tanto que em muitas cidades do Brasil eles nem funcionam. O UberPool é para quem deseja economizar ainda mais, pois a corrida pode ser dividida entre pessoas que estejam indo para o mesmo local, embora elas nem mesmo se conheçam. Já o Uber Eats se encarrega de fazer entregas em parceria com alguns restaurantes participantes, e os 3 lados saem ganhando: restaurante, Uber e consumidor.

uber-propaganda-tv-01

O que podemos aprender com o Uber

Para quem trabalha com marketing digital é essencial saber analisar quais os desejos dos clientes e saber falar com eles em todas as mídias. Embora pareçam iguais, Facebook, Instagram, Twitter e outras redes sociais, exigem adaptações na maneira de se comunicar.

Poucas vezes o mesmo conteúdo vai ser apresentado da mesma maneira em várias mídias ao mesmo tempo. Por isso é preciso estar atento às tendências e entender o comportamento que as pessoas apresentam em cada rede social, além de observar e atender às necessidades do público, oferecendo soluções para as mais diversas demandas.

E aí, amigo, o que achou da estratégia do Uber de integrar vários meios de comunicação para atrair a atenção do seu público?