Tudo bem. O contexto sócio-econômico-político brasileiro não é nem de longe o mais favorável em que já estivemos, que o diga nosso Cunha. No entanto, a julgar pelo tom das apresentações do “18º Encontro Locaweb para Antenados“, que ocorreu em Belo Horizonte, otimismo é o que não falta para quem trabalha direta ou indiretamente com e-commerce. Isso porque o setor conta com uma parcela ínfima da população brasileira – o que significa mercado em potencial a ser explorado por meio de inúmeras táticas de marketing.

 

 

encontro locaweb

 

 

Pouco a pouco a empolgação do time de 15 palestrantes contagiou o público recordista que mal cabia nas duas salas destinadas ao evento (Sala Digital, para as palestras acerca de negócios e Sala Dev, voltada para desenvolvedores). É que, com a economia em queda livre, alta dos juros, inflação estourando a meta e dólar nas alturas, o e-commerce, por incrível que pareça, continua a crescer, mesmo tendo apresentado um leve recuo em 2015. E entre os produtos que mais contribuíram para o resultado, estão os relacionados à Moda e acessórios. Chique demais!

 

 

Growth Hacking

Se em 2015 a palavra de ordem era sobreviver a qualquer custo, 2016 parece ter inaugurado a era do “crescimento”, ou do growth. E do aproveitamento de oportunidades trazidas pela crise. Em discurso direcionado às startups, a professora e artista Martha Gabriel, recomendou que o crescimento venha sempre antes do que o lucro, citando casos clássicos de empresas como Mc Donald’s, que só começou a atrair dinheiro quando implementou a produção de hambúrgueres em linha industrial, algo até então inédito.  Para Martha, o marketing finalmente retoma a sua finalidade de origem por meio do Growth Hacking, onde um produto é constantemente testado e observado, com base em métricas e dados e reação do público-consumidor.

 

 

Inovação?

Um ponto interessantíssimo levantado por Felipe Schepers, da Opinion Box, teve a ver com inovação. Com base em enquetes realizadas com empresários do setor industrial, Felipe demonstrou que as empresas brasileiras se acham suficientemente “inovadoras”, embora muitos business men desconheçam conceitos básicos como os citados no painel abaixo. Pasmem!

 
painel encontro locaweb
 

Para Felipe, a solução para se vender marketing de conteúdo, Inbound Marketing ou Growth Hacking para essas empresas inovadoras que jamais ouviram falar em qualquer um desses termos é justamente a argumentação. Afinal de contas, quem é que vai comprar algo sobre o qual não entende nem para que serve?

 

 

Cases

 

 

99 taxis encontro locaweb
 

Evento envolvendo marketing digital que se preze tem que ter cases de sucesso, e 18º Encontro Locaweb em BH citou, entre outros, a 99 Taxis. Numa concorrência polêmica e acirrada com Uber e Easy Taxi, entre outros aplicativos, ficou revelado que o sucesso do 99 Taxis, que se auto-intitula o maior aplicativo de táxis do Brasil, é o boca a boca. Graças ao envolvimento de uma série de agentes contingenciais ao universo dos taxistas – garçons e os próprios taxistas – e táticas como o cadastramento grátis de motoristas e convênios com clubes de futebol, o 99 Taxis não para de crescer e ainda anuncia vagas para 2016. Interessado?

 

E então, quer saber como foi a última edição do Encontro Locaweb? Dá uma olhada neste link aqui. Também esteve no encontro de Belo Horizonte? Qual palestra você gostaria de destacar? Deixe aí seu comentário!