Por fatores subjetivos, o mercado apresenta um grande déficit de inovação, o que na prática se traduz em perda desnecessária de ativos valiosos.

 

Existe um atraso bastante expressivo nas pequenas e médias empresas a adotarem tecnologias digitais para simplificar suas práticas. Isso é devido, em parte, à aversão às mudanças em grandes ondas nesse processo tão intenso que vivemos agora. Só um pequeno número de empresas, proporcionalmente, apresenta recentes inovações em seus processos de marketing.

 

 

Competitividade, produtividade, inovação e tecnologias digitais

 

A competitividade está ligada à produtividade que a tecnologia pode alavancar. Ser produtivo é ter um custo eficiente para manter os ativos do negócio atualizados.

 

Abordagens inovadoras para a resolução de problemas fazem mudanças drásticas, quando as tecnologias digitais são usadas nas comunicações, incluindo a gestão de site, mídias sociais, aplicativos, produção de conteúdo, etc.
Competitividade, produtividade, inovação e as tecnologias digitais estão inter-relacionados na criação de um negócio bem planejado.

 

 

Passo consciente

 

É necessário que os empresários e os profissionais trabalhem com planejamento, já que as comunicações na internet precisam de tempo e conhecimento para o aperfeiçoamento das estratégias para ter melhores e maiores resultados. É um raciocínio tradicional da agricultura aplicado a uma situação inovadora.

 

Embora esta seja uma barreira real, o tempo necessário para implementar novas tecnologias deve ser visto como um investimento no futuro da produtividade. Muitas vezes por puro imediatismo, uma aversão irracional impede investir nesses prazos de processos para implementação de novas práticas.

 

Por vezes, tentando contornar a ausência de inovação no cotidiano, as empresas recorrem a um profissional para que ele resolva uma situação que deve ser encaminhada dentro da equipe.

 

Essa solução funciona em parte. É como se o novo elemento deva traduzir internamente todos os problemas gerados por novas situações que surgem, é, em resumo, uma péssima decisão protelatória.

 

 

Neurose

 

Com tantas voltas nesse tipo de gestão, é natural que as decisões passam a ficar menos objetivas. Surgem o medo e a resistência, puramente subjetivos, que geram dificuldade de compreensão das novas comunicações, levando muitos a ficarem distantes da maioria dos benefícios das mudanças. Isso é melancólico porque é triste e desnecessário.

 

 

Usando os recursos!

 

É necessário compreender o que pode ser melhorado com o emprego da tecnologia. Ajustes que podem ser adotados para simplificar tarefas. A linha de fundo é documentar um ponto de partida. O empresário toma a decisão consciente para um planejamento de medidas que atualizem o negócio.

 

Em marketing digital vemos que muito dinheiro é perdido por simples rejeição ao novo. Por isso voltarei a essa questão em aspectos diferentes para evidenciar esse problema que rende tanto prejuízo. Basta que o empresário consulte o profissional certo para começar a mudar a situação. Ou, para falar o clichê, ele tem de sair da zona de conforto.

 

De um modo ou de outro continuarei a falar da importância estratégica de adotar a tecnologia digital para obter sucesso seu negócio.

 

Continue nos acompanhando!

 

Até breve! 🙂