Na semana passada, 10 de agosto, a Google Inc. anunciou uma das maiores mudanças na estrutura organizacional da empresa desde sua fundação em 1998. E assim nasce a holding Alphabet Inc., ou seja, Google agora é parte da Alphabet.  As mudanças da gigante do Vale do Silício vêm com expectativas positivas no mercado de tecnologia e a tendência é de mais transparência, controles e inovações na empresa. Confuso? Vou explicar melhor.

 

 

O que é a Alphabet?

 

A Alphabet Inc. será uma holding que administrará os vários segmentos de negócio da companhia Google Inc. (Busca, Maps, Chrome, YouTube, Android e Gmail), Biotecnologia (Calico), Pesquisa (Google X), Fundo de Capital (Google Capital) e Fundo de Investimento (Google Ventures) ou ainda, os novos negócios que venham a ser criados. O nome Alphabet (“alfabeto” em inglês”), palavra escolhida pelos fundadores, significa uma “coleção de letras que representam a linguagem, uma das inovações mais importantes da humanidade”, segundo o CEO Larry Page no site da Alphabet. O nome Alphabet em inglês também é um trocadilho americano, “Alpha” (significa retorno de investimento sobre o valor de investimento) e “bet” (aposta). O endereço oficial na internet da Alphabet está disponível como “abc.xyz”.

 

 

Alphabet

Página da “abc.xyz”, usada para anunciar a Alphabet.  Foto: Reprodução/abc.xyz

 

 

Novo CEO da Google e CEO da Alphabet

 

Novos executivos são nomeados na Google Inc. e na Alphabet Inc. para conduzir as decisões estratégicas da empresa. Para comandar a Google Inc. assume como CEO, o indiano Sundai Pichai, que contribuiu com o desenvolvimento de inúmeros produtos Google e teve a ideia de desenvolver um navegador (depois chamado de Chrome). Essa ideia lhe garantiu o apoio de quase todos os co-fundadores da empresa e lhe deu visibilidade. Hoje, o Chrome domina mais de 40% do mercado de navegadores, segundo o StatCounter.

 

Para liderar a Alphabet Inc. é nomedo como CEO Larry Page e para presidente da empresa Sergey Brin, ambos fundadores e então ex-lideres da Google Inc. O novo formato “nos permite mais habilidade de administração” e “o novo Google está um pouco mais magro”, escreveu Page. Entenda como ficou a nova estrutura da empresa abaixo:

 

 

Organograma atual

 

 

Nova estrutura da Alphabet Inc. e Google Inc. Foto: Reprodução/G1

 

 

Porque Google Inc. se tornou na holding Alphabet Inc.?

 

Para entender a mudança na companhia é preciso entender primeiro o que é uma holding e quais os benefícios estratégicos que esta estrutura pode oferecer para uma organização.

 

Uma holding é uma empresa que detém a posse majoritária de ações de outras empresas, denominadas subsidiárias, centralizando o controle sobre elas e, de modo geral, a holding não produz bens e serviços. Logo, a Alphabet Inc.é a holding e a Google Inc. passa a ser sua subsidiária. Geralmente a empresa assume este modelo porque a organização cresce, se torna grande e complexa, e tem unidades de negócio diferentes.

 

A criação de uma holding geralmente vem acompanhada de uma estratégia de negócios e neste caso, a objetivo principal é tornar as empresas subsidiárias mais competitivas e inovadoras. Cito alguns das vantagens de uma holding:

 

  • Resguardar interesses de seus acionistas através da interação em várias empresas e negócios;
  • Administrar melhor o portfólio de investimentos do grupo empresarial;
  • Isolamento das dívidas por negócio e expansão de negócios rentáveis;
  • Maior poder de negociação na obtenção de recursos financeiros e nos negócios com terceiros;
  • Uniformidade administrativa e de procedimento de rotina em todas as empresas;
  • Centralização das decisões financeiras, diretrizes e decisões do grupo empresarial, bem como descentralização de tarefas de execução;
  • Visão exterior como estratégia de marketing pela criação de um grupo de empresas.

 

 
Como comentei no início do texto a transparência – e neste caso informações e faturamento – é esperada por acionistas. Segundo a revista Forbes,“Mais transparência nas operações da Google seria bem-vinda em Wall Street, onde os investidores têm solicitado por uma melhor compreensão de como a empresa faz e gasta o seu dinheiro.” Os controles neste caso podem ser por recursos financeiros, centralização e descentralização de poder, decisões e tarefas. Cria-se numa holding um ambiente favorável a inovação porque esta estrutura permite a seus lideres analisar e administrar melhor os portfólios de negócios da empresa. A Alphabet tende a valorizar mais os profissionais criativos da empresa e a atrair novos profissionais, já que estes contribuem para a formação de um ambiente mais inovador.

 

 

Quais as mudanças para os acionistas e o mercado digital?

 

Os acionistas da Google Inc. terão suas ações automaticamente convertidas para a Alphabet Inc. – com os mesmos direitos – e continuarão  a ser negociadas pela Bolsa de Valores Americana, Nasdaq. Os investidores aplaudiram o movimento e as ações da bolsa de valores da Google subiram após o anuncio da nova estrutura.

 

Quanto aos serviços prestados pelo Google, provavelmente continuarão a ser oferecidos como: Gmail, Android e outros. Esses serviços são os responsáveis por boa parte do faturamento da empresa, logo tendem não ser alvo de mudanças num primeiro momento.

 

Certamente, o mercado digital contará com novidades vindas da Alphabet Inc. para os próximos meses e anos. Nenhuma mudança tão significativa é em vão dentro de uma organização sem uma estratégia de mercado predefinida, ou melhor, sem uma carta na manga. Os líderes estratégicos da Alphabet Inc. são praticamente os mesmos da Google Inc., o que gera credibilidade e segurança para o mercado e investidores. As possibilidades de seus líderes exercerem uma boa gestão na Alphabet é bem consistente .

 

Agora, peças-chave dentro da empresa tem novos nomes como Pichai. O que esperar do novo CEO da Google Inc.? Analisando o seu currículo e a sua história dentro empresa não será novidade se seu foco for “produto”.  E se tratando de uma gigante do Vale do Silício, com a cultura da inovação e empreendedorismo intrínsecas ao modelo de negócio, os CEOs da Alphabet Inc. e Google Inc. devem se questionar a todo momento:  o que podemos criar de novo na empresa? O que podemos eliminar? O que podemos reduzir ou diminuir? E o que podemos aumentar ou melhorar? Quais as novidades em relação aos produtos e serviços da companhia não sabemos. O que caberá aos novos líderes é tomar um conjunto de decisões assertivas que beneficiem a empresa, o mercado e o cliente. Por isso, espera-se que a Alphabet Inc. e Google Inc. surpreendam! E você quais são as suas expectativas em relação a Alphabet Inc.? O que acha que vem de novo por aí? Compartilhe sua ideia, estou curiosa para saber. Digaí!