As empresas desenvolvem produtos e serviços para atender as necessidades das pessoas e precisam estabelecer uma relação de confiança para serem escolhidas frente aos seus concorrentes. Para tanto elas devem buscar – além da alta qualidade, que será sempre determinante – meios de comunicarem os seus pontos fortes e desenvolver plataformas que transformem a interação e o uso do produto ou serviço em elementos de destaque e vantagem competitiva.

 

Quando um consumidor compra um bem ele espera poder utilizá-lo de forma fácil e eficiente, para que tenha a sua necessidade atendida da melhor forma possível. Nesse contexto, enxergar os pontos de contato entre o usuário e a marca pelos olhos do consumidor é essencial para que haja a possibilidade de surpreendê-lo e antecipar-se aos problemas. Tal cuidado é importante pois todos esses pontos de contato – embalagem do produto, peças publicitárias, sites, pontos de venda, redes sociais etc. – formam a impressão que o cliente terá daquela marca, determinando não apenas se ele comprará ou não o seu produto, mas se ele será fiel e indicará os seus serviços para os seus pares.

 

As interfaces digitais têm sido utilizadas pelas empresas para agregar interatividade e criatividade aos pontos de contato entre cliente e marca. Cada vez mais são feitos investimentos em plataformas web, ações para mídias eletrônicas, propaganda em TV e até games, mostrando que o público não apenas acessa essas plataformas, mas estabelece uma comunicação com empresas e pode ser cativado e influenciado através dessas mídias.

 

Para entender como as interfaces digitais funcionam, transmitem informações e emoções aos clientes e qual a sua influência no valor que será agregado àquela marca e o seu desempenho comercial, listo 5 livros que serão importantes para determinar conceitos, mostrar ferramentas e casos de sucesso no uso de mídias digitais para a interação entre fabricante e o público-alvo.

 

 

Design de Interação: Além da interação humano-computador (BOOKMAN, 2011)

 

 

design de interação - além da interação homem computador

 

 

 

O livro trata da temática do design de interação, ou seja, como os artefatos e os usuários se comunicam através de suas características e componentes e como um bom design influencia na qualidade e sucesso de um produto. Defendendo que o termo engloba o design de produtos, de interfaces e de experiências, os autores defendem que todos os pontos de contato, ou interação, são determinantes e devem ser projetados com enorme cuidado.

 

“Muitos produtos que requerem a interação dos usuários para a realização de suas tarefas (p. ex: comprar um ingresso pela internet, fotocopiar um artigo, gravar um programa de TV) não foram projetados tendo o usuário em mente; foram tipicamente projetados como sistemas para realizar determinadas funções. Pode ser que funcionem de maneira eficaz, olhando-se da perspectiva da engenharia, mas geralmente os usuários do mundo real é que são sacrificados. O objetivo do design de interação consiste em redirecionar essa preocupação, trazendo a usabilidade para dentro do processo de design. Essencialmente, isso significa desenvolver produtos interativos que sejam fáceis, agradáveis de utilizar e eficazes – sempre na perspectiva do usuário.”

 

Suas seções incluem:

 

  • O que é design de interação?
  • Entendendo os usuários
  • Projetando colaboração e comunicação
  • Compreendendo como as interfaces afetam os usuários
  • Design, prototipação e construção

 

 

Design de Navegação Web: Otimizando a experiência do usuário (BOOKMAN, 2007)

 

 

 

design de navegação na web- otimizando a experiencia do usuario

 

 

Tratando especificamente do contexto da web, o livro explora como o cuidado em desenvolver uma navegação eficiente, atrativa e baseada no usuário é determinante para o sucesso de uma plataforma. Considerando aspectos mentais como a forma que percebemos as informações, o livro é muito útil para aqueles que têm a internet como grande motor dos seus negócios. Seja um restaurante, uma loja ou lavanderia, saber utilizar o poder da web e facilitar a comunicação entre as plataformas e os usuários pode ser um diferencial importante na hora de escolher a sua empresa e não o concorrente. Apesar de mais técnico, é interessante para todos os públicos.

 

“Um objetivo comum no design de navegação é criar uma interação sem esforço com a informação. A navegação deve ser “invisível” para o usuário.”

 

 

Suas sessões incluem:

 

  • Entendendo a navegação
  • Mecanismos de navegação
  • Qualidades de uma navegação bem-sucedida
  • Arquitetura Persuasiva
  • Lógica Visual
  • Navegação e aplicações web ricas

 

 

Usabilidade na Web (Ed. Campus, 2006)

 

 

usabilidade na web

 

 

Com uma leitura menos técnica do que a dica anterior, o livro trata dos aspectos de usabilidade dentro do ambiente web. A experiência do usuário é colocada no centro do debate e é mostrado como as pessoas utilizam a web e a o impacto dela nas suas escolhas e satisfação para com a interface.

 

“Este livro é para pessoas com objetivos de negócios para seus websites. Obviamente, isso inclui sites de comércio eletrônico que vendem online e sites corporativos que promovem produtos vendidos por meio de canais offline. Mas nossa definição de “objetivo de negócio” é muito mais abrangente do que vender produtos e serviços. Se seu site for de notícias, você vai querer que as pessoas encontrem, leiam e entendam suas matérias e possivelmente também assinem sua newsletter. Se for uma organização sem fins lucrativos, você vai querer promover sua causa e talvez atrair doações online. E se for um órgão governamental, você vai querer oferecer suporte aos contribuintes, fornecendo as informações que eles pagam para que você produza e minimizar a burocracia permitindo que eles recebam informações e mesmo serviços online.”

 

 

Suas sessões incluem:

 

  • A experiência do usuário na Web
  • Priorizando seus problemas de usabilidade
  • Redigindo para Web
  • Fornecendo boas informações sobre produto
  • Equilibrando tecnologia com as necessidades das pessoas.

 

 

Signos da Marca: Expressividade e Sensorialidade (THOMSON, 2006)

 

signos da marca - expressividade e sensoriedade

 

 

Após observarmos a literatura específica para os aspectos técnicos e ergonômicos das interfaces digitais, é importante entender sobre as marcas e como elas podem ser beneficiadas por um design de qualidade, em todos os sentidos. O livro escrito pela autora Clotilde Pérez é um dos mais utilizados quando vamos estudar marcas e os seus aspectos sensoriais e emocionais. Abrangendo desde aspectos morfológicos e históricos até as associações emocionais que as pessoas empregam a produtos e serviços, a obra traz conceitos e exemplos que mostram o quão importante é construir uma marca com cuidado desde o início, pensando em um nome e símbolo corretos, por exemplo. Além disso, mostra como as pessoas podem ser influenciadas emocionalmente pelo bom design dos momentos de interação entre o produto/marca e seus consumidores.

 

“As marcas se expressam, se dão a ver, se mostram de diversas maneiras, com o objetivo de potencializar seus efeitos de sentido. Esses elementos de expressão marcaria são levados às mídias […] com a intenção de penetrar em nossos sentidos e causar sensações agradáveis e até afetivas que nos levam a uma aproximação. O objetivo é estabelecer uma conexão – e se esta for emocional, tanto melhor.”

 

Suas sessões incluem:

 

  •  Surgimento e Expansão da Marca
  • A publicidade e a construção da marca
  • A Semiótica da marca: imagem e produção simbólica

 

 

Branding: A arte de construir marcas (TREVISAN, 2012)

 

 

Branding - A arte de construir marcas

 

Um livro prático e de fácil leitura, Branding: A arte de construir marcas aborda vários temas relacionados a construção do valor de uma marca através de cases de várias empresas ao redor do mundo. Marcos Hiller constrói toda a conceituação do branding a partir de histórias reais que ilustram muito bem os problemas e soluções que ajudaram a transformar marcas em verdadeiros ícones. Nesse livro você aprenderá com os grandes como cada momento é importante para construir uma sólida e duradoura relação com o seu público.

 

 

“Mais prática e menos blá blá blá. É assim que encaramos nossos desafios diários. Contribuir para o aprimoramento dos negócios de nossos clientes e ajudar cada ação desenvolvida a ser um espelho de identidades críveis e relevantes são passos para fortalecer os vínculos com as pessoas que compram seus produtos ou serviços, que trabalham para você, que falam de você, que, em síntese, escolhem a sua marca. Cada vez mais e de forma irreversível, as pessoas têm um mundo de opções para escolher. E farão essa escolha com base no que mais falar a seus olhos, seu cérebro e seu coração. O tangível e o intangível trabalhando para criar valor.”

 

 

Suas sessões incluem:

 

  • Os elementos que formam uma marca
  • Apple Store, uma experiência que inspira o consumo
  • Marketing é envolver todos e analisar o mercado
  • Vinte superdicas antes de “brincar” com a sua marca nas redes sociais
  • A mais nova simbiose do mundo digital: Facebook & Instagram

 

 

Acredito que com esses livros é possível compreender como as pessoas se relacionam com as plataformas digitais e o impacto que essa interação tem no valor de uma marca, bem como podemos trabalhar para tornar as nossas mídias digitais valiosas parceiras no processo de conquista e fidelização de clientes. Entender aspectos técnicos de ergonomia, usabilidade e interpretação de elementos em plataformas web e a sua influência na experiência do consumidor com sua marca é um passo importante para transformar o seu negócio e melhor utilizar os seus recursos.