Eu, sei, eu sei. O SuperBowl acabou desde o começo do mês, vamos falar disso agora? Mais ou menos. Não vamos falar do SuperBowl, mas de marketing e do comercial da Coca-cola (que eu particularmente achei bonito). Repetindo e complementando: A ideia aqui é falar do comercial da Coca-cola, racismo e o que nós temos a ver com isso. Se você não conseguiu entender a relação entre essas coisas, seu lugar é aqui.

 

Reprodução da Internet do final do comercial da coca-cola

 

 

 

Não entendi nada

 

Vou explicar. O SuperBowl para os Estados Unidos está para a final do Campeonato Brasileiro, Final de novela das 21h da Globo ou até mesmo final da Copa do Mundo para o Brasil. É um negócio tão importante que tem até algo como um “concurso de melhor e pior comercial do SuperBowl” (Se você quiser, pode ver todos aqui) e as empresas pagam rios de dinheiro por cada segundo de espaço no intervalo do jogo. E não é exibido só nos Estados Unidos, é no mundo inteiro.

 

Tá, isso eu sei. E?

 

Negócio é que a Coca-cola fez um comercial onde havia americanos de todas as “raças” (isso porque hoje, a América é um país que tem americanos que são descendentes de todos os cantos do planeta) cantando uma música tipicamente americana, America is Beautiful (Muito mal comparando, seria como uma “Aquarela do Brasil” ou “Garota de Ipanema” para o Brasil, quase um hino nacional) em diversos idiomas, que seriam os idiomas dos seus países de origem. Beleza? Tudo certo? Deveria, mas #sóquenão.

 

As reações se espalharam pelas redes sociais e não foram exatamente boas: tinha muita gente falando palavrões, insultando pessoas que falam outros idiomas e dizendo que iam deixar de comprar e beber Coca-cola porque “aquilo é a América e na América se fala Inglês!”.

 

Aí você pode dizer: “Ah, mas foi sem pensar! Foi só uma reação nacionalista que dá e passa…” Não. Não foi. Porque o comercial se repetiu durante os jogos olímpicos de inverno de Sochi e a reação foi igualmente chocante. Tudo registrado no tarimbado Tumblr Public Shaming que não me deixa mentir.

 

Posts divulgados no Public Shaming sobre o comercial da Coca-cola

Aham. Se você não fala inglês é terrorista.

Beleza. Entendi a Coca-cola e o racismo. E o que nós temos a ver com isso?

 

Esse ano vai ter Copa do Mundo no Brasil. Devem haver vários comerciais “nacionalistas” exaltando como somos o “país do futebol”. E se a Coca-cola ou outro patrocinador fizer um comercial que mexa com os nossos “brios”, como vamos reagir?

 

O que você achou disso tudo? Você acha que a ação da Coca-cola, só por ter se espalhado pelas redes sociais, foi benéfica de alguma forma? Benéfica pra quem? Há chances de acontecer aqui no Brasil?