Na última terça-feira, 2 de fevereiro, foi comemorado o Dia da Internet Segura, uma iniciativa que visa promover o uso responsável do ambiente digital. Em 2017, o Google Brasil em parceria com a Safernet e o YouTube Space, desenvolveu um projeto com o criador de conteúdo Luba, do LubaTv, com o intuito de alertar sobre a segurança na internet.

Já em 2018, os influenciadores escolhidos foram Lucas Rangel, Kim RosaCuca e Ellora Haonne, com vídeos voltados para o respeito e combate ao bullying, entre outros temas. Com o objetivo de entender melhor o comportamento online do jovem, o Google fez uma pesquisa com foco em segurança.

google pesquisa seguranca jovens

Pesquisa global com professores

Com o foco para o Dia da Internet Segura, o Google procurou atualizar as informações sobre o comportamento do usuário jovem e o que afeta esse público no ambiente digital. O interessante é que o projeto foi desenvolvido em parceira com professores de todo o mundo. Esse profissional foi bastante relevante para a pesquisa, indicando, inclusive, que a idade ideal para se iniciar uma educação digital seria aos 8 anos.

Entre as principais preocupações dos educadores estão os temas: como evitar golpes (os famosos phising), bullying e cyberbullying, confiabilidade de informações, confiar em estranhos, conteúdo inapropriado e compartilhamento de informações na internet. Durante o levantamento foram ouvidos 208 educadores.

google pesquisa seguranca jovens 01

Resultado da pesquisa

Dos educadores que participaram da pesquisa, 57% revelaram ter feito algum curso sobre segurança na internet, e quase que todos (90%) acham importante fazer esse tipo de capacitação. Entretanto, 83% disseram que não têm os recursos e materiais suficientes para ensinar esse tema nas escolas.

Na página oficial do Google, foram disponibilizadas algumas dicas de como pais e responsáveis podem agir para garantir mais segurança na rede, inclusive citando as ferramentas que podem ajudar nessa tarefa. Além disso, a empresa ainda oferece um Curso de Cidadania Digital e Segurança, totalmente online e gratuito.

E aí, amigo, o que você acha sobre ensinar os jovens a se protegerem na internet?