Autor: Tatiane Arnold

Com sete anos de experiência no mercado, tendo atuado com criação e desenvolvimento de websites, a Tati é Diretora de Criação em Curitiba. Além disso, também atua como freelancer, com Web Design, consultoria e Gestão de Conteúdo.

Website: http://tatianewebdesigner.com.br

Como fazer e o que acontece se eu não fizer Wireframes?

Na semana retrasada eu comecei a falar sobre Wireframes (aqui), o guia visual que define como o conteúdo do seu site será organizado, o qual você deverá seguir durante todo o processo de desenvolvimento do projeto. Nesse mesmo post falei que ”se você pensa que fazer um wireframe não passa de rabiscar vários quadradinhos em um papel está desperdiçando o seu tempo ou apenas procurando algum alívio terapêutico no ato de desenhar quadrados”.   Ok, você pode ler o artigo completo aqui porque, no post de hoje, a grande questão é: o que acontece em um projeto que pula...

Read More

Wireframes: muito mais do que quadradinhos em um papel

Um wireframe é o guia visual que você seguirá durante todo o processo de desenvolvimento de um website. É um modelo que fundamentará a estrutura das páginas e guiará onde cada elemento do layout ficará posicionado, para que, ao final do projeto, cada área do site cumpra seu objetivo da maneira esperada pela equipe de criação e, claro, pelo cliente.   No contexto B2B, este objetivo pode variar desde apenas conquistar a fidelidade do seu usuário para com a sua marca, em uma página institucional, até ganhar a confiança de um possível comprador em um e-commerce ou convencer alguém...

Read More

Marketing para Geração Z: três coisas que você precisa saber

A Geração X deu lugar à Geração Y. Os Millennials estão crescendo e agora é hora de nós, profissionais de marketing e social media, mudarmos o foco de nossas campanhas para atingir a “Geração Z”, o atual grande grupo de consumidores, composto por adolescentes menores de 19 anos.         Esta geração, que cresceu com total acesso à internet e, consequentemente, à tecnologia, são os chamados “nativos digitais”, e por terem iniciado a tomar decisões de compra somente agora – quando a sua maioria está completando 18 anos, a Geração Z ainda não é bem compreendida pelas...

Read More

Mensagens Particulares a partir de anúncios: uma nova forma de pessoas e negócios se conectarem

Conversar com amigos e familiares através de mensagens particulares, no Facebook, ou através de aplicativos específicos para isso, além de ser fácil, é muito mais rápido e conveniente para qualquer um. E, a cada dia que passa, as pessoas desejam cada vez mais possuir acesso à essa mesma forma de comunicação com as marcas e empresas que seguem.   Mensalmente, mais de 1 milhão de pessoas acessam Páginas no Facebook em busca de mais informações sobre uma empresa ou negócio, e foi pensando nisso que, na última quarta-feira (5 de agosto de 2015), o Facebook lançou novos recursos para as...

Read More

Design de Interação – Além da interação homem-computador

Hoje nós já perdemos a conta de quantos são os produtos interativos inseridos em nosso dia-a-dia, ao ponto de alguns deles acabarem passando despercebidos, tamanho nosso costume de utilizá-los. Smartphones, tablets, notebooks, caixas eletrônicos, impressoras, enfim… uma lista que parece interminável. Porém, se pararmos apenas alguns minutos para pensar, no quesito usabilidade são poucos os que realmente cumprem seu papel de forma fácil e eficiente.   Isso acontece porque muitos produtos que exigem a interação dos usuários para realização de tarefas, em sua maioria simples, não foram projetados de acordo com a necessidade deles, mas apenas para realizar determinada...

Read More

Design Responsivo, Mobile-friendly e Usabilidade

Na segunda-feira passada eu falei, aqui, sobre Usabilidade e a falta que ela faz em grandes projetos de e-commerces, sendo uma das principais razões que faz com que lojas virtuais nem sempre deem certo. Nesse mesmo artigo ensinei algumas dicas sobre como analisar a usabilidade de um e-commerce, dividindo alguns padrões básicos de navegação do usuário em quatro fases principais: visita do usuário, consideração, avaliação e conversão.   Mas, em meio à toda possibilidade de debates e questionamentos acerca do assunto, não podemos esquecer que essa é apenas uma introdução para que comecemos a pensar, de verdade, em toda...

Read More