Afirmando desejar aumentar a transparência por trás do conteúdo segmentado, o Facebook resolveu atualizar suas ferramentas de anúncio. A ideia é garantir mais controle ao usuários da plataforma.

Essa é uma ótima iniciativa da empresa que procura atender às novas necessidades de um público que preza cada vez mais por transparência das empresas. E essa atualização não só melhorou a questão da transparência, como também a segurança dos dados dos usuários.

Agora a segmentação será mais detalhada, incluindo os interesses ou as categorias que corresponderam ao usuário com um anúncio específico.

facebook-anuncios

O que muda com essa atualização?

Com a nova atualização da ferramenta de anúncios, os usuários terão acesso às explicações pelas quais estão vendo um certo anúncio e também aos dados mais básicos como localização ou histórico de atividades na Internet.

Para ter esse acesso, a plataforma disponibilizou um novo botão chamado “Porque estou vendo este anúncio?”, como pode ser observado no vídeo abaixo:

O Facebook ainda fornecerá os dados da segmentação de forma mais minuciosa, o que possibilitará o usuário compreender os meios que o levaram a ser alvo daquele anúncio em específico.

Em nota, a plataforma afirmou que ficará mais clara a origem dessas informações, como o site visitado ou a página curtida. Além disso, o usuário terá a opção de controlar mais ativamente os anúncios que surgirão em seu feed, podendo, por exemplo, bloquear todos os anúncios de determinada empresa.

facebook-anuncios

E quanto a segurança de dados dos usuários?

A atualização não só garante mais controle e informação sobre os anúncios aos usuários, como também vai promover mais segurança aos seus dados. O Facebook atualizou suas preferências de anúncios para ter mais informações de empresas que fazem o upload de listas com informações de usuários, como endereço de email ou número de telefone.

Assim, o usuário poderá ter conhecimento dos anunciantes que fizeram o upload de informações de um usuário e anunciaram a ele e das empresas que enviaram e compartilharam informações.

E aí, amigo, curtiu essa iniciativa do Facebook?