Que o e-mail marketing é uma excelente estratégia de comunicação, isso não é novidade, principalmente para quem acompanha o nosso portal. Mas é fundamental que as empresas saibam utilizar bem esse canal, pois sua efetividade depende de muitos fatores. E uma pesquisa recente revelou as vantagens do e-mail marketing e o que é fundamental para que ele funcione.

O levantamento foi desenvolvido pela Return Path, empresa americana especializada em dados. Essa é a terceira vez que a companhia realiza uma pesquisa desse tipo, com as coletas de dados baseadas no comportamento dos clientes que recebem as mensagens de e-mail marketing.

email marketing pesquisa aponta vantagens

A importância das métricas

A pesquisa intitulada “As métricas ocultas da entregabilidade de e-mails“, mostrou os resultados de sete métricas do e-mail marketing, entre elas: entrega em pasta de spam, leitura, exclusão sem leitura, resposta, encaminhamento, reclamação e marcação como “não é spam”. Esses referenciais são essenciais para que a equipe possa perceber quais tipos de conteúdos o público mais gosta de receber.

Rafael Viana, estrategista de e-mail Senior da Return Path, revelou que analisar as métricas é fundamental para toda estratégia de e-mail marketing. Já Tom Sather, diretor sênior, disse que provedores de e-mail como Microsoft, Google e Yahoo! têm buscado melhorar a experiência do usuário e oferecer a ele apenas o que achar relevante.

email marketing pesquisa aponta vantagens 01

Resultados da pesquisa

A pesquisa mostrou que cada vez mais a caixa de spam tem recebido mais mensagens, mostrando que muitas empresas ainda não entendem o funcionamento do e-mail marketing. Entretanto, muitas das mensagens que têm esse destino acabam sendo resgatadas pelo usuários e marcadas como “não spam”.

Segundo o relatório, os e-mails também estão sendo cada vez menos lidos. Em 2016 a taxa de leitura era de 22,6%, e em 2017 ela atingiu a marca de 21,5%. Porém, também houve queda na quantidade de e-mails apagados sem ao menos terem sido lidos antes, chegando a 11,9% em 2017.

E aí, amigo, você utiliza o e-mail marketing na sua empresa?