No início do ano, o WhatsApp anunciou que estava desenvolvendo um serviço de pagamento através da própria ferramenta e que a Índia seria o país em que a funcionalidade seria testada. Agora, é a gigante Google que resolveu fazer o mesmo através do Tez, aplicativo de pagamento móvel que visa estimular a movimentação financeira através de compras digitais, tendo em vista que o país tem um potencial pouco explorado.

Segundo pesquisas recentes, há aproximadamente 300 milhões de smartphones circulando na Índia, o que credenciou como o mercado de crescimento mobile mais rápido do mundo. E esse fato contribui para que a proposta do Google dê certo, já que o celular será o aparelho principal para o serviço.

Facilidade ao Usuário

O Tez (que significa “rápido”) vai funcionar de maneira simples e eficiente, assim como sugere o seu nome. Através dele, o usuário vai poder conectar o seu telefone à sua conta bancária, o que vai permitir o pagamento de contas ou a transferência de dinheiro instantaneamente. E para estimular ainda mais o seu uso, o Google procurou oferecer um design similar ao UPI (pagamentos unificados da Índia), sistema que tem o respaldo do governo e ligação com 19 grandes bancos nacionais.

Com esse suporte, a população vai se sentir mais segura ao utilizar o serviço, além de possibilitar que a maioria das pessoas usem o Tez devido à abrangência dos maiores bancos. E uma grande facilidade que o aplicativo oferece é justamente o pagamento ou transferência entre usuários independente do banco que eles sejam clientes.

Como Funciona o Tez

Para se inscrever no Tez, o interessado deve apenas fornecer o seu número do celular, dizer qual o banco que ele faz parte e em pouco tempo um SMS será enviado para a validação da conta. A operação de transferir dinheiro pode ocorrer de três formas: digitando a ID da outra pessoa, selecionando o número do contato telefônico de quem vai receber o pagamento ou através de proximidade geográfica. Essa última muito útil para aqueles que não queiram compartilhar informações pessoais.

A estratégia do Google é a de penetrar em um mercado que se mostra muito promissor, pois 53% da população local é cliente de algum banco, enquanto que apenas 2% da população possui cartão de crédito. O Tez está disponível para iOs e Android, sistemas que estão na grande maioria dos celulares do consumidor.

E aí, amigo, você se sentiria seguro pagando uma conta dessa forma?