Minha primeira experiência no mercado de afiliados foi com um curso que prometia uma renda de R$ 10 mil em apenas três meses, mesmo se eu não soubesse nada a respeito do assunto. Tudo bem, pode me chamar de ingênuo ou coisa parecida… Mas Deus! Como esses vídeos de vendas são bons e convincentes!

Na época eu estava completamente insatisfeito com o meu trabalho e aquele negócio de anunciar produtos digitais de outras pessoas na internet e ganhar comissão por venda realmente parecia fácil.

Adquiri o treinamento de aproximadamente R$ 2 mil, comecei a anunciar no Facebook feito um louco e, para a minha alegria, tive sim algum resultado rápido de início… Só que logo depois eu torrei todas as minhas economias e quebrei. Simples assim… E tudo aconteceu porque eu não estava preparado para lidar com as variâncias do mercado e foi um baque perceber que o negócio não era tão fácil quanto parecia.

Este é o grande problema de iniciar um projeto com foco somente no lado financeiro, o que pode fazer com que você tenha resultados inconstantes, sem nenhuma solidez no longo prazo. E aí fica difícil largar emprego fixo e viver sonhos do tipo ‘trabalhar de shorts com o seu notebook na beira da praia’.

Estamos falando aqui de um setor que tem um potencial gigantesco no Brasil. Segundo o Instituto Brasileiro de Marketing de Afiliados, trata-se de um mercado em constante crescimento e que movimenta mais de R$ 35 milhões por ano no país.

Então, nada melhor do que começar com as estratégias que realmente façam você dominar a área.

Mercado de Afiliados: 4 erros que você precisa evitar

mercado-de-afiliados-erros-para-evitar

Imagem: Pixabay

Depois de tomar alguns tombos e demorar para conseguir alcançar meus objetivos devido a algumas escolhas erradas, elenquei os 4 erros que você deve evitar se quiser começar com o pé direito no mercado de afiliados e viver o sonho de trabalhar pela internet.

Bora lá:

Erro #1 –Não ter Planejamento

Contei a minha experiência justamente para que você não cometa o mesmo erro. Não pense somente em ficar rico da noite para o dia sem foco no que você/sua empresa realmente vão desenvolver no longo prazo.

O Marketing de Afiliados é algo antigo, porém, ser um afiliado profissional para divulgar produtos na internet é uma profissão relativamente nova, mas como outra qualquer que exige dedicação e trabalho.

Não importa se você vai criar uma estratégia de divulgação na internet de infoprodutos ou produtos físicos, é necessário ter em mente que vai ser preciso ter planejamento e colocar a mão na massa pra valer.

Não estou dizendo aqui que não é possível ganhar dinheiro com o mercado de afiliados de forma rápida, é sim possível e existem bons cursos de profissionais que trilharam esse caminho. Só que os resultados de curto prazo nem sempre vão resolver todos os seus problemas e podem representar um pesadelo futuro caso você não lidar com o seu negócio de forma profissional, por isso, tenha sempre cuidado com as ‘super promessas’.

Pesquise o Máximo Que Puder:

Não coloque todos os ovos em uma cesta só: primeiro conheça a fundo todas as nuances do mercado de afiliados, pois isso é algo poderoso para que você tenha mais clareza para definir suas metas e estratégias.

Neste vídeo o Felipe Pereira explica de forma detalhada os papéis e estratégias dentro do marketing de afiliados.

Se você está começando agora, antes mesmo de cair de cabeça em cursos e mais cursos, não ignore as informações das plataformas de afiliações de produtos físicos ou digitais. Elas oferecem dados e dicas interessantes e que podem ajudar no momento de escolher a forma com a qual você vai atuar na internet.

Exemplos: A Lomadee e a Hotmart, duas das grandes plataformas de afiliações, possuem blogs com conteúdos diversificados e que podem ajudar bastante.

Erro #2- Não Começar na Plataforma Que Seu Público Está  

mercado-de-afiliados-por-onde-comecar

Imagem: Pixabay

Depois de decidir que eu iria trabalhar com o mercado de infoprodutos como afiliado profissional, mais especificamente na área de Desenvolvimento Pessoal, a primeira coisa que fiz foi criar um site. Minha ideia era utilizar o Marketing de Conteúdo para gerar relacionamento com os leitores e depois divulgar os produtos dos quais eu era afiliado.

Até aí tudo bem…

O grande problema é que o meu público não era de fazer muitas pesquisas sobre o tema nos mecanismos tradicionais de busca, como o Google. Ou seja, o volume diário de buscas era relativamente baixo. Resultado: poucas visitas no site e praticamente nenhuma venda…

Só depois de já ter feito tudo isso é que fui descobrir que, na verdade, meu público buscava por conteúdos nessa área majoritariamente no Youtube. Foi começar a produzir vídeos e publicar por lá que os resultados apareceram rapidamente. Portanto, minha estratégia ideal desde o início seria de produzir conteúdo para o Youtube, o que poderia ter encurtado o caminho para resultados mais expressivos.

Tenha em mente que nem sempre criar um site ou blog é a melhor alternativa para iniciar o relacionamento com seus clientes e ingressar no mercado de afiliados. O segredo é começar onde o seu público-alvo está.

Para isso, primeiro defina o seu nicho de mercado e o seu avatar (persona) com bastante precisão. Este infográfico do Henrique Carvalho (Viver de Blog) pode te ajudar com isso…

Use ferramentas gratuitas para descobrir mais do seu público

Depois de definir nicho e persona, existem técnicas simples, efetivas e totalmente gratuitas que podem fazer com que você descubra onde está o maior volume de buscas de termos utilizados pelo seu público:

Google Keyword Planner: O planejador de palavras-chave do Google é utilizado especialmente para quem quer criar uma nova campanha dentro do Google Adwords, mas pode ser usado por você para saber a popularidade e iniciar um plano com os termos mais buscados pelo seu público.

– Facebook Business: O Facebook oferece ferramentas interessantes para definir com precisão públicos personalizados. Para isso basta criar uma conta business, acessar o gerenciador de anúncios e acessar as informações de público (Audience Insights).

– Youtube: Aqui vamos simplificar ainda mais – entre no Youtube e digite a palavra-chave de interesse. Exemplo: Marketing. O próprio site vai abrir as opções mais buscadas pelos usuários (marketing digital, marketing multinível, marketing de conteúdo, etc…).  A partir daí observe quais são as variáveis dessa palavra específica que são procuradas e número de visualizações dos principais vídeos.

Erro #3 – Não Criar Mecanismos de Relacionamento

mercado-de-afiliados-relacionamento

Imagem: Pixabay

É difícil hoje pensar em uma estratégia para um afiliado profissional que não envolva o relacionamento com o potencial cliente. Relacionamento esse criado especialmente utilizando o marketing de conteúdo.

Independentemente da plataforma que você decidir iniciar o seu projeto, mesmo que não seja em site ou blog, utilize ferramentas para enviar conteúdos, gerar valor e criar esse relacionamento com o lead.

Você pode fazer isso tendo somente uma página de captura e um serviço de e-mail marketing.  

E no Facebook pode também criar um aplicativo para capturar esses leads e depois enviar notificações com conteúdos e produtos que você queira promover. Outra ferramenta interessante dentro do FB é o Lead Ads, que te permite construir uma lista sem utilizar página de captura.  

 

Erro #4 – Ignorar as Estratégias de SEO no Começo

Vejo muitas pessoas que ingressam no mercado de afiliados e marketing digital ignorando as estratégias de SEO em seus projetos (Caso não saiba o que é SEO, clique aqui e veja o infográfico), eu mesmo também cometi esse erro no início.

É natural querer começar a produzir bastante conteúdo para atrair cada vez mais pessoas para os seus negócios, mas a verdade é que o profissional que já ingressar com estratégias de SEO bem definidas, em qualquer plataforma que seja, vai ter um salto natural nos resultados.

Portanto, não ignore isso, mesmo que esteja começando. E, se no seu caso você, já trabalha com Marketing de Conteúdo e ainda não utiliza técnicas de SEO, é melhor correr!

– Não Deixe Seu Sonho Virar Pesadelo

mercado-de-afiliados-nao-desista

Imagem: Pixabay

A ideia de escrever este artigo surgiu depois que vi uma página no Facebook que ironiza os projetos de empreendedores digitais sentenciando que o marketing digital não passa de uma farsa…

Vou ser bem sincero aqui: deixando convicções pessoais e extremismos de lado, é até compreensível a frustração de pessoas que compraram a ideia de um sonho e acabaram não tendo os resultados prometidos.

Depois de passar pelas decepções que te contei ali em cima, eu escolhi não desistir do sonho que aquele vídeo de vendas alimentou. Afinal, se tem tanta gente feliz e ganhando dinheiro com isso, por que não eu?

Então, apenas substituí a frase “Perdi muito dinheiro” por “Custo de aprendizado” e iniciei projetos mais sólidos que me levaram finalmente a ser um empreendedor digital de resultados.

Por isso: alinhe o seu mindset para o sucesso e permita-se, sim, sonhar! Só não esqueça de buscar o conhecimento necessário para que o seu sonho de trabalhar dentro do mercado de afiliados não se transforme em um pesadelo. É como diz o empreendedor Jober Chaves:

“Não adianta sonhar com um empreendimento se você não tiver capacitação para realizá-lo. O conhecimento é uma das ferramentas que lhe ajudam a transformar o seu sonho em realidade (…) vá buscar uma capacitação que esteja alinhada com esse sonho”, CHAVES, Jober, 2015.

 

Um grande abraço e até a próxima!