Como acredito que todo bom marketing deve estar ligado a um bom design, e uma interação fácil para o cliente, o livro de Steve Krug, Não me faça pensar é uma forma simples e de bom senso que fala da usabilidade na web.

 

Uma leitura agradável, bem ilustrada e rápida, facilitando para quem não dispõe de muito tempo, e precisa saber o básico da usabilidade.

 

 

Do que se trata?

 

O autor traz a tona os problemas mais frequentes encontrados nos sites que acessamos na web. São menus pouco intuitivos, caixas de buscas pouco funcionais, botões confusos, textos mal diagramados e tudo isso parte de um mesmo princípio, a falta de um planejamento centrado no usuário e naquilo que ele conhece.

 

Logo nos primeiros capítulos do livro o autor faz uma descrição da forma como criamos nossos sites, como se cada usuário fosse prestar atenção nos mínimos detalhes, quase como se estudasse para entender o que fora proposto, mas o que realmente acontece na maior para do tempo é o usuário dar uma rápida olhada em cada página, buscar rapidamente o que lhe interessa e clicar, geralmente grande parte do site não é vista ou visitada.

 

Um breve resumo do livro, apenas para deixa-lo mais com vontade de conhecer essa obra, o autor tenta mostrar de várias formas por meio de exemplos, estudos de casos e outros argumentos que a construção de um site deve ser pautada pela simplicidade no uso dos recursos a fim de evitar um ambiente complexo, onde os usuários não consigam encontrar o que procuram.

 

Diferentemente de quem trabalha com internet, as pessoas não têm muito tempo para examinar as páginas, elas não usam a internet da mesma maneira que nós e saem clicando na primeira coisa que acham interessante ou que parece ser o que estavam procurando. Esses links precisam ser claros, os botões devem parecer botões e menus não devem ficar escondidos. Não há nenhum problema em fazer uso das convenções, porque para quem visita é mais claro entendê-las. Aliás a criatividade vem do bom uso dessas convenções. Claro que cada projeto tem suas particularidades e linhas gerais servem para apoio, não como regra, porém caso seja necessário reinventar a roda, tenha em mente que para isso (quase sempre) o usuário vai precisar pensar.

 

 

Um livro bem humorado

 

 

O livro “Não me faça pensar” é bem humorado e estruturado de forma a facilitar a leitura. Você pode ler o livro inteiro ou procurar palavras-chave que mais lhe interessa.

 

Devemos atentar aqui que é um livro básico, para todo tipo de profissional que trabalha com web, não é específico para o marketing, e nem avançado para design, no entanto, acho que vale a pena a leitura principalmente por quem está envolvido com a criação de sites e aplicações na internet. Quanto mais fácil for usar um site, mais sucesso ele poderá alcançar, independente de quem o usa. Se o site for fácil de usar para a sua avó, para os outros também deve ser.