Antes de ler a matéria, veja o vídeo abaixo:

 

 

Com dois anos de existência, a plataforma paulista Startando, é um espaço onde empreendedores – ou aquele que  apenas tem uma boa ideia em mente – podem arrecadar dinheiro e começar a movimentar o seu negócio. O site tem como característica o sistema crowfunding, que visa agregar fundos a partir de doação financeira, oriunda de diversas partes do mundo para ajudar a custear um empreendimento, seja ele de qualquer segmento.

 

Para onde seu dinheiro vai?

 

d2

 

 

Após o cadastro, é necessário inscrever o projeto, e o processo constitue-se por algumas etapas. Primeiramente, define-se o objetivo de utilizar o site, se é para iniciar o projeto ou ajuda-lo no desenvolvimento. Também é preciso fazer a descrição do plano, com informações sobre orçamento, cronograma e riscos.

 

Em seguida, são informados a meta de arrecadação e o prazo de captação, sendo que se o tempo estourar, o dinheiro é revertido para os doadores. O empreendedor também pode retribuir o doador com algum serviço que o projeto irá oferecer ou algo que recompense a entrega do valor.

 

Os que já querem doar em algum trabalho com o qual se identifique, logo na homepage podem ser vistos os projetos no ar. Os valores variam de R$10 até R$ 2.500, assim como uma recompensa disponibilizada de acordo com o dinheiro doado.

 

É possível escolher entre ajudar projetos recentes, em destaque ou que só precisam de uma “forcinha” para chegar à quantidade deseja. Você também pode conhecer um pouco do inventor do projeto, para crer que seu dinheiro estará sendo bem doado.

 

Basta apenas ter coragem

 

d1

 

 

Através de entrevista via Facebook, Caio Ciampolini, sócio fundador da Startando conta que ele estava procurando uma ideia para empreender, e foi quando conheceu o site de financiamento coletivo Kickstarter através de um amigo e juntos, lançaram o site. “Queremos construir uma comunidade ao nosso redor que seja capaz de transformar boas ideias em projetos incríveis, e viabilizá-los. Finalizamos 19 projetos até agora, dos quais sete foram financiados com sucesso. Esses levantaram mais de R$250.000. São pessoas, empresas, ONGs, qualquer entidade interessada em viabilizar uma ideia. A taxa de sucesso de projetos que atingem a meta e são bem sucedidos tende a ficar entre 40% e 50%”, explica.

 

Caio ainda destaca a ideia de ter conselheiros no site. “Surgiu da vontade de nos cercarmos de pessoas com experiências diferentes, que pudessem nos ajudar de diversas maneiras. Entre equipe, sócios e conselheiros, temos várias pessoas envolvidas com o Startando, com diferentes formações e pensando em maneiras de crescermos. Cada um nos ajuda de acordo com sua expertise. São administradores, publicitários, designers e empreendedores”.

 

 

Os criadores Eduardo Marzionna, Felipe Hsu, Caio Ciampolini e Guilherme Ferreira

Os criadores Eduardo Marzionna, Felipe Hsu, Caio Ciampolini e Guilherme Ferreira

 

Questionado sobre a opção de criar uma área de crowdfunding ao invés de se juntar a outras já concretizadas, eles explica que “existe espaço para mais do que uma ou duas no Brasil. Além disso, queríamos fazer algumas coisas que julgamos importantes de maneira diferente em relação a quem já fazia isso no Brasil: Uma seleção mais ativa dos projetos, consequentemente com uma qualidade e variedade melhor”.

 

Ainda com receio?

 

O Startando pode ser o primeiro passo para a movimentação de um empreendimento que só você, leitor, acredita. A partir do uso do site, outras pessoas podem concordar com sua ideia e bancá-la, transformando-a em algo rentável ou filantrópico, que poderá ajudar outras pessoas. Para saber mais sobre a plataforma, confira o site, a fanpage  ou atualize-se pelo Twitter.

 

Ah! E o Caio ainda dá uma dica para quem está com medo de começar seu projeto. “Hoje em dia é mais fácil e barato empreender uma ideia, seja ela pessoal e simples ou complexa e a nível empresarial. Existem diversas ferramentas que ajudam o idealizador. Nós, por exemplo, oferecemos assessoria na hora de montar o projeto, ajuda na divulgação quando o mesmo vai para o ar, e uma plataforma segura, ampla e ágil para a captação dos recursos financeiros. É gratuita a inscrição de um projeto no Startando, coletamos apenas uma taxa dos projetos bem sucedidos, os que atingem a meta. Realmente vale muito a pena testar esse formato, a única coisa realmente necessária é a dedicação do criador”.