Quem acompanha o Digaí sabe que volta e meia a gente tá falando sobre algum lançamento do Google ou projeto no qual a empresa esteja envolvida. Esse post traz mais uma novidade da toda-poderosa ferramenta de pesquisa que, dessa vez, decidiu unir o Google Local, Google+ Local, Google Places e o Google Maps para Negócios numa única ferramenta: o Google My Business.

 

conheca-o-google-my-business-digai

 

O Google My Business, lançado na última quarta-feira 11, é uma plataforma que visa simplificar a vida das empresas, permitindo a atualização de informações sobre a empresa, a publicação de fotos, o compartilhamento de noticias e a visualização de comentários, tudo num só lugar.

 

Já era possível realizar todas essas tarefas antes, contudo o que o Google reconheceu foi o fato de que se tratava de um processo um tanto complicado. “Eu gostaria de poder dizer que antes o processo era retilíneo, mas, ao invés disso, empresários reclamavam constantemente sobre as ferramentas disponíveis no Google para o seu negócio serem um tanto confusas e serem localizadas em locais confusos também”,  afirmou James Croom, gerente de marketing do Google.

 

Agora com a nova plataforma, muitas outras ferramentas do Google Pages e do Google Places foram consolidadas e se tornaram mais fáceis de serem utilizadas. De acordo com Croom, esse processo de consolidação foi similar à decisão do Facebook em repensar sua plataforma de anúncios no início desse ano após tantas críticas de pequenos empresários. James Croom confessou que o Google estava passando pela mesma situação e, portanto, decidiram que simplificar as ferramentas disponíveis para os donos de pequenas empresas era a solução.

 

Assista ao vídeo de apresentação do Google My Business

 

 

 

Esses empresários podem agora se cadastrar no Google My Business gratuitamente e, a partir do portal, atualizar suas informações de busca, mapas e do Google Plus. Eles também poderão visualizar comentários postados por qualquer pessoa na web sobre o seu negócio e administrar suas atividades nas páginas do Google+ e Analytics em relação ao seu próprio site. Além disso, o Google My Business possibilita integrar informações do AdWords e AdWords Express. Ainda essa semana um app para Android deverá ser lançado e, até o final desse mês, usuários do iOS também terão acesso ao portal através dos seus dispositivos Apple.

 

Muito embora a integração com o Google AdWords seja possível, o Google garantiu que o propósito dessa “parceria” não é aumentar a geração de receita oriunda de anúncios – lembrando que há mais de 1mi de anunciantes que utilizam AdWords. James Croom garante que a intenção é realmente facilitar a vida de pequenas empresas a fim de que as pessoas que as administram tenham a habilidade de atualizar suas informações de maneira rápida, contínua e “sem mistérios”. Tudo isso com o objetivo de que as informações disponibilizadas para pesquisa sejam as mais precisas possíveis, gerando uma experiência agradável para ambos os lados: estabelecimento e cliente.

 

Uma meta secundária para o Google My Business é incentivar cada dono de pequenas empresas a pôr no ar seu próprio site. Pesquisas recentes revelam (entre elas uma que foi realizada pela Yodle) que metade das pequenas empresas existentes no mundo ainda não tem um site. “O Google”,  disse Croom, “quer que todos estejam online”

 

O que você achou dessa nova ferramenta do Google?

Queremos saber. Comente aqui e compartilhe.