No último 20 de fevereiro a Google divulgou mais um de seus projetos experimentais: o Google Tango – o Kinect no Smartphone. Mas pra que serviria um smartphone com Kinect?

 

Explicando melhor, o Google Tango é um aparelho capaz de captar imagens de ambientes e objetos e converter isso em gráficos tridimensionais: bem parecido com o que o Kinect, sensor famoso da Microsoft para seu Xbox 360 e versões posteriores, faz com o nosso corpo quando jogamos – só que com ambientes.

 

Google Tango

 

E para que serve isso?

 

Já notou que não dá para usar um GPS dentro de um prédio ou um local fechado qualquer? Então, um aparelho como o Google Tango pode mapear espaços assim. Isso ia servir de guia para deficientes visuais, por exemplo.

 

Já imaginou jogar paintball em realidade aumentada e com o celular? Não apenas nos games, mas as possibilidades de projetos com realidade aumentada são enormes: museus, estádios e tudo que não era possível sem muito esforço ou dinheiro para ambientes fechados pode ser viabilizado com uma ferramenta que, agora, pode caber na palma da sua mão.

 

 E quando eu posso comprar o meu?

 

Infelizmente não há previsão para os aparelhinhos chegarem ao mercado. A Google vai liberar, a partir de 14 de março deste ano, 200 protótipos dos aparelhos para desenvolvedores interessados em criar aplicações para essa belezinha. Detalhe: não basta dizer que é desenvolvedor. Tem que enviar a proposta através do site do projeto, torcer para que a sua ideia seja selecionada entre as melhores e, ainda assim, não deve sair de graça, seguindo o mesmo modelo do Google Glass.

 

O aparelho deve vir equipado com sistema operacional Android, tela de 5 polegadas e câmera de 4 megapixels.